Costanza

Costanza revela todo o encanto do Mar Negro em uma esplêndida encruzilhada de povos com diferentes crenças religiosas. Aqui, a beleza tem um significado maior.

Constance oferece as belezas de uma cidade típica com vista para o Mar Negro. Quando ainda se chamava Tomi, foi o local de exílio do poeta Ovídio. Hoje, tornou-se a segunda cidade do país. Cruzamento entre a Europa Ocidental e Oriental, entre as civilizações católica, ortodoxa e muçulmana, o porto de Costanza tem arquitetura rica e composta, como testemunha de sua história agitada. Aqui, os vestígios das culturas gregas e romanas cercam o cassino do início do século XX. A Catedral de São Pedro e São Paulo certamente não é menos encantadora que a Mesquita Carol I, em estilo neobizantino. Os contrastes fazem da visita a Costanza um verdadeiro prazer estético.

Você não pode perder:

• Visita ao porto de Costanza

• O cassino

• A Catedral dos Santos Pedro e Paulo