Se existe um país onde estereótipos dão bem o tom da realidade, este lugar é a Jamaica. Reggae, rasta, hemp e o famoso jargão “no problem”estão presentes no dia-a-dia dos jamaicanos (e de muitos turistas também). A língua oficial é o inglês (apesar de ser quase incompreensível, mesmo para quem é fluente no idioma), e sua moeda, o dólar jamaicano, é muito desvalorizado se comparado ao dólar americano, portanto, para o turista que pretende fazer compras, a Jamaica é um ótimo lugar. O Coronation Market, em Kingston, a mãe de todos os mercados confusos do planeta, é o lugar perfeito para adquirir alguns suvenires da cultura local. Kingston não é nem bela, muito menos segura, então boa parte dos turistas só a conhece pela janela do avião. Para aqueles que se aventurarem por ela, as opções vão desde praças e monumentos históricos a algumas praias, como a ilhota de Lime Cay, a 15 minutos de barco da capital. Não deixe de visitar o museu do cantor de reggae Bob Marley, que foi feito dentro do estúdio do artista, maior ídolo do país:

Geografia

Localizada na América Central, próximo a Cuba e às Ilhas Caymans, e considerada como a terceira maior ilha do Caribe, a Jamaica não possui fronteira terrestre com nenhum país.

A Jamaica é uma ex-colônia britânica, cuja independência foi obtida em 1962. Atualmente, o país integra a Comunidade Britânica (organização formada pelo Reino Unido e suas antigas colônias).

Em consequência da grande quantidade de escravos trazidos para o território jamaicano no período colonial, atualmente, cerca de 90% da população nacional é descendente de escravos africanos. Esse aspecto influencia diretamente na cultura local, com manifestações culturais como a capoeira (luta e dança), o reggae (estilo musical) e o rastafári (doutrina religiosa que prega a superação da opressão contra os negros e considera a Etiópia, país da África, sua nação sagrada).

Quando ir

A melhor época para uma viagem à Jamaica são os meses mais secos entre Dezembro e Abril. O clima da Jamaica é do tipo quente tropical, influenciado pelo mar e pelos ventos alísios do nordeste. Ao longo da costa as temperaturas variam entre 22°C e 31°C. As temperaturas caem um pouco no interior em relação à altura, mas apenas de alguns graus. O clima jamaicano tem muitas vezes temperaturas consistentemente altas. Ao nível do mar a temperatura máxima nunca cai debaixo de 30°C.

Os meses mais húmidos e chuvosos são aqueles entre Maio e Outubro, mas pode chover a qualquer momento do ano. Entre Junho e Novembro furacões podem também ocorrer. Os furacões que atingem a ilha são frequentemente muito violentos. Geralmente vêm do leste ou sudeste.

Kingston

Kingston é o coração pulsante da Jamaica, sua energia bruta contrastando fortemente com o langor dos resorts e vilas em outras partes da ilha. Esta é uma cidade em ascensão, com uma vibração positiva e positiva. É a plataforma de lançamento para algumas das músicas mais eletrizantes do mundo, e os sistemas de som ainda fornecem sua trilha sonora essencial. A mistura perfeita do inegavelmente local e refrescantemente cosmopolita, Kingston não deve deixar de ser vista por ninguém. Em sua forma mais pura; uma cidade de contrastes que se estende entre a costa leste e as Montanhas Azuis. A diversidade de Kingston é evidente em seus bairros, desde os bairros prósperos do norte até os menos prósperos no centro da cidade. Os viajantes podem descobrir o espírito da música "One Love" no Museu Bob Marley ou provar um delicioso sorvete na Devon House. Perto dali, na antiga capital da ilha, Spanish Town, você pode vislumbrar a rica história da Jamaica.

As Montanhas Azuis

As Montanhas Azuis na Jamaica são consideradas um paraíso para os caminhantes e para os campistas devido ao seu cenário excepcionalmente magnífico e às inúmeras atividades divertidas disponíveis É a maior cordilheira localizada no lado oriental da Jamaica, cujo cume; Blue Mountain Peak, forma o ponto mais alto da ilha em 7.402 pés ou 2.256 metros.É uma visita obrigatória para quem pretende passar férias na Jamaica, pois há muito a ser explorado. Existem flora e fauna indígenas que só podem ser encontradas exclusivamente na região. Além disso, é o lar do aromático Blue Mountain Coffee. Os cenários notáveis ​​nas serras incluem fontes naturais e cachoeiras com excelentes locais para banho. Você também pode ter a chance de visitar a vila Rastafari, patrimônios Maroon, e relaxar sua noite jantando nos resorts ultra luxuosos. Essencialmente, existe algo para todos. Tudo o que você precisa fazer é selecionar as atividades que mais lhe agradam.

Harbour Street

Os mercados foram estabelecidos na Jamaica em 1600, quando os moradores precisavam de um fórum para vender e comercializar seu gado e suprimentos. Os mercados evoluíram com o tempo, à medida que artesãos, entalhadores e artesãos se reuniam em locais para exibir e vender seus produtos. As operações de mercado se tornam mais formalizadas com o passar do tempo e são um setor muito importante da economia jamaicana.

Os mercados de artesanato turístico evoluíram a partir desses mercados - para fornecer produtos especializados voltados para o uso turístico ou para evocar memórias dos espaços e lugares ao redor da Jamaica.A vila de artesanato e cultura de rua do porto pertence e é administrada pela corporação municipal St. James. Há um gerente de locação com uma pequena equipe de manutenção responsável pelas operações do mercado.

Negril Beach

Outrora o destino favorito na Jamaica para hippies de espírito livre que vinham ficar lado a lado com os locais e desfrutar da autêntica música reggae, Negril é agora uma das maiores áreas de resort do país e é o marco zero para shows de música ao vivo e festas na praia. Os visitantes deste trecho de 11 quilômetros de praia de areia branca têm muitas atividades para escolher, incluindo esportes aquáticos e lojas e restaurantes de classe mundial, bem como agitar a noite toda ao som da música caribenha contagiante.

Baía dos Golfinhos

Você sabia que nadar com golfinhos é considerado um dos 10 principais itens da lista de atrações por aqui ? Quando você vem para a Baía dos Golfinhos na Jamaica, não apenas tem a chance de viver este sonho; você tem a oportunidade de derrubar mais alguns, como andar de camelo e interagir com arraias. Aqui, um lugar onde você vem passar o dia, mas se lembrar para o resto da vida.

Uma das muitas coisas que tornam  a Baía dos Golfinhos Jamaica especial é que você pode viver a experiência de nadar com golfinhos no mar natural do Caribe. Aqui você tem a oportunidade de desfrutar da companhia de diferentes peixes, raias e outras formas de vida marinha natural. Dolphin Cove Jamaica é o lugar para passar o dia desfrutando de muitas atividades divertidas. Existe realmente algo para todos!

Dolphin Cove Jamaica é repleta de maravilhas naturais e belezas que você precisa ver por si mesmo. Você vai adorar passear na Jungle Trail, onde poderá observar muitos animais selvagens, plantas e árvores diferentes. No Dolphin Cove Jamaica respeitamos o meio ambiente de todas as espécies, aqui você viverá a experiência mais natural que já teve.

Oito Rios

Ocho Rios, cidade e porto caribenho na costa norte da Jamaica, a noroeste de Kingston. O nome espanhol, que significa “oito rios”, refere-se ao número de rios na área. As cataratas de 180 metros de Dunns River Falls fazem de Ocho Rios um resort turístico popular, e a cidade tem vários hotéis, bem como instalações de navios de cruzeiro. Como centro comercial, atende uma área produtora de frutas cítricas, milho (milho), pimenta da Jamaica (pimentão) e gado. A bauxita é extraída nas proximidades e transportada para Ocho Rios para transporte. Pop. (2011) área urbana, 16.671.

Martha Brae

O rio Martha Brae, uma joia da costa norte da ilha cercada pela paróquia de Trelawny, o Rio Martha Brae está localizado a apenas 6 milhas ao sul de Falmouth, o que o torna um destino conveniente para excursões de férias. O Rio Martha Brae é o lar de algumas das vidas marinhas mais intrigantes da ilha e oferece algumas das aventuras mais emocionantes da indústria do turismo.

Embora todas as excursões de rafting sejam feitas para emocionar, não há nada como uma viagem pelo Rio Martha Brae em uma jangada de bambu para aguçar os sentidos e despertar a imaginação. Uma excursão turística muito apreciada, o Rio Martha Brae é o ponto de encontro de algumas das viagens rio abaixo mais inspiradoras da ilha. Rafter’s Village é o local de embarque mais comum e um destino digno de admiração. 6 acres de gramados verdes completos com lojas de souvenirs, restaurantes, bares e piscinas significam que os hóspedes terão uma aventura cheia de diversão esperando por eles antes mesmo de embarcarem em sua jangada.

Descubra o mar do Caribe com a Costa Cruzeiros

O mar de azul intenso, a areia limpa e branquinha, palmeiras enormes e muitos corais são suficientes para convencer qualquer um a ir para o Caribe 

Há destinos no Caribe onde o foco é descansar, outros oferecem animada vida noturna,e há aqueles que misturam um pouco de tudo. Uma das coisas mais interessantes sobre a região é que em uma área relativamente pequena pode-se ter experiências completamente distintas.