Las Vegas, um dos principais pontos turísticos dos Estados Unidos, a maior e mais importante cidade de Nevada. Conseguiu transformar o deserto e as montanhas áridas das quais está cercado em luzes, shows, cassinos e entretenimento. E não é por acaso que na imaginação coletiva se tornou a "cidade do pecado", um lugar de excesso, também celebrado pelo cinema e séries de televisão. Dizem que "o que acontece em Las Vegas fica em Las Vegas". 

Não há regras , você pode se casar de uma hora para a outra, apostar a qualquer hora do dia ou da noite, beber, divertir-se em clubes, discotecas. Mas Las Vegas, por si só, é um show dentro de um show. É a cidade dos shows, da magia, da música e até dos acrobatas. E, de fato, o Cirque du Soleil, tem há muitos anos uma sede fixa aqui. É a cidade das estrelas, dos famosos internacionais, das reproduções. Você vai se sentir em Veneza, mas também em Paris. Você terá lembranças de Roma e do Egito. Descubra conosco quais são os 17 lugares imperdíveis nessa cidade louca que nunca dorme.

  • Las Vegas Strip
  • Ceasars Palace
  • Hotel Luxor
  • Hotel Venetian
  • Hotel Bellagio
  • Canyon Ranch
  • Shark Reef Aquarium
  • Stratosphere
  • Neon Museum
  • Cirque du Soleil
  • Fremont Street
  • Mermaid Show Silverton
  • Arredores de Las Vegas: Death Valley
  • Arredores de Las Vegas: Hoover Dam
  • Arredores de Las Vegas: Valley of Fire
  • Arredores de Las Vegas: Red Rock Canyon
  • Arredores de Las Vegas: Zion National Park

Las Vegas Strip

Cinco quilômetros de luzes. E não só isso: são quilômetros de edifícios, shows, estruturas iluminadas, possibilidades, estímulos. O Las Vegas Boulevard South, chamado de Las Vegas Strip, é a alma provocante da cidade, a rua mais importante, o caminho de mil possibilidades. Aqui estão a grandeza, a fama, os números. Hotéis enormes, cassinos sem igual, estruturas que misturam a história com uma tentativa bem-sucedida de ser modernos e surpreendentes. 

Foi um gangster que começou tudo, como em um roteiro perfeito. A construção do primeiro hotel data de 1946 , quando Bugsy Siegel abriu seu primeiro cassino, o Flamingo Hotel , irando do papel o projeto inaugural. Ao longo desta rua, você encontrará um pouco de tudo: desde os grandes e majestosos edifícios temáticos que lembram Nova York, das pirâmides do Egito à Veneza, passando, é claro, pelos cassinos, um verdadeiro labirinto fluorescente para fãs e principiantes que querem tentar a sorte.

Também há espaços para famílias, por conta da criação de parques temáticos dentro dos hotéis para entreter os pequenos. O excesso também está nas dimensões, nos detalhes, no design. Uma rua que nunca dorme, cheia de vida, artistas de rua, influências. E a explosão e as muitas opções também chegam na cozinha. Comer aqui é assunto sério: há tudo para escolher, desde o tipo da comida até o os ambientes onde provar a comida. Qualquer estilo, técnica, tempero, ingrediente: aqui você encontrará lugares que satisfazem todos os gostos, desejos e bolsos. Do fast food fácil aos buffets, passando por restaurantes baratos ou étnicos, até chegar em locais mais requintados.

Caesars Palace

Voltamos à Roma Antiga, mas também tentamos olhar para o futuro com um olhar para o design e para os espetáculos modernos. O Caesars Palace é um dos maiores e mais famosos cassinos do mundo. É também um dos mais características presentes na imaginação coletiva, porque faz referência à Roma Antiga, exibindo fontes, praças e estátuas mitológicas. 

Sua história começou em 1966 e foi imediatamente impulsionada pelo boca a boca sobre a noite de núpcias entre o músico Xavier Cugat e a cantora Charo. Dentro do complexo, há um mundo inteiro. Além de 3.000 ambientes, existem teatros onde se apresentaram grandes músicos. Apenas para citar alguns: Frank Sinatra, Elton John, Cher, Diana Ross e Celine Dion. Se isso não for suficiente, existem vários restaurantes, um shopping center, uma capela, um cassino de mais de 15 mil metros quadrados e combates de luta livre ou boxe. 

No passado, também foi cenário de corridas automobilísticas. Um programa ideal para famílias e crianças é o show Fall of Atlantis, que é realizado diariamente. Fogo, água, fumaça e efeitos especiais contam a história de Atlas, Gadrius e Alia, que lutam para governar a lendária cidade subaquática. Cercado por um aquário de água salgada de 50.000 litros, o mítico continente submerso sobe e desce diante de seus olhos. 

O espetáculo nunca acaba nesse lugar: o hotel tem sido protagonista de diversos filmes (como Rain Man, com Dustin Hoffman e Tom Cruise e Se beber, não case), mas também apareceu em livros, desenhos animados, séries de TV e até jogos de vídeo game.

Hotel Luxor

O nome Luxor, uma pirâmide e uma esfinge ajudam a dar uma ideia a que se refere esse hotel: o antigo Egito. O Luxor bateu o recorde de maior átrio do mundo. É um dos primeiros hotéis temáticos já construídos e ainda hoje é considerado uma autêntica maravilha arquitetônica. Tem uma área de mais de 11.000 metros quadrados e 30 andares: abriga um cassino e cerca de 2.000 máquinas caça-níqueis espalhadas por toda parte. 

A pirâmide de vidro e aço foi concluída em 1993. O hotel tem mais de 4.000 quartos, 400 apartamentos e uma característica única: utiliza elevadores inclinados que seguem as linhas do edifício (os inclinators). Todas as noites, o hotel é responsável por acender um farol muito poderoso, que dizem ser visível até do espaço. Ah, Las Vegas.

Hotel Venetian

Aqui fazemos uma nova parada na Itália, entre arte, canais e gôndolas. Entre os hotéis em Las Vegas, o Venetian merece uma menção honrosa, pois é o maior hotel de 5 estrelas da América. Nasce em 1999, construído sobre as cinzas do Sands Hotel, recriando a própria Veneza. Você verá a Piazza San Marco, a torre do sino e também a Ponte Rialto. No interior, você se sentirá como se estivesse viajando, admirando pontes, ruas, praças, pontes e canais atravessados por gôndolas. Há também gondoleiros, com muitas fantasias que convidam os turistas para passear e tentam cantar sucessos italianos.

A parte mais moderna do hotel é chamada de Venezia Tower, que possui uma piscina privativa e um piso exclusivo para check-in e serviço de concierge. O complexo também abriga um museu de cera Madame Trussauds, onde podemos encontrar estátuas de pessoas famosas, artistas, cantores, esportistas, reproduzidas em tamanho humano e viver uma experiência 4D com personagens da Marvel. O cassino, localizado abaixo do shopping, oferece mais de 122 tipos diferentes de jogos.

Canyon Ranch

Depois de horas de música, luzes, barulho, tráfego e filas de pessoas, é mais do que o normal precisar de um pouco de paz e relaxamento, quem sabe no melhor spa da cidade: o Canyon Ranch do hotel Venetian. No interior, você verá ambientes com cores pastel, não ouvirá nenhum som, exceto o borbulhar da água e a delicada música de fundo que irá lhe acompanhar em uma experiência única que recarregará seus sentidos. 

Você terá pelo menos 150 opções entre tratamentos, massagens e diferentes usos da água. Você descobrirá salas dedicadas a tratamentos e cuidados com a pele e o corpo. Também haverá espaços dedicados à terapia de movimento, piscinas e um centro médico e de bem-estar, além de muitos outros serviços, como pilates. Quando terminar de relaxar, saboreie um coquetel, quem sabe uma conversa, e você estará pronto para ir embora.

Hotel Bellagio

A viagem pela Itália continua: depois de Veneza e Roma, também há um canto no Lago Como. O edifício foi construído com base no estilo das casas e da paisagem da cidade de mesmo nome. O Bellagio tem mais de 3.000 quartos e é uma pequena cidade. Imagine inúmeros restaurantes e também espaços culturais, como um museu, uma galeria de arte e um teatro, que foi a sede do Cirque du Soleil. O cassino cobre mais de 10.000 metros quadrados. Aqui são frequentemente organizados torneios internacionais de poker. Há também uma torre moderna que abriga um spa de luxo. Os quartos são decorados com obras de arte, suntuosas casas de banho e oferecem belas vistas para jardins maravilhosos. 

Em um jogo de luxo e detalhes de alto nível, os quartos com vista para as fontes são muito apreciados. São, na verdade, a verdadeira atração do hotel. Os jatos d’água parecem dançar ao som da música.  Com um ritmo definido e intervalos de 15 ou 30 minutos, a fonte ganha vida, lançando milhares de jatos de água para o alto em uma explosão de cores, acompanhada por trilhas sonoras clássicas.

Um local como esse não poderia deixar de ser escolhido como cenário de inúmeros filmes, entre os mais famosos Onze homens e um segredo. Mesmo quem sente falta de um pouco de vegetação não ficará desapontado e poderá apreciar seus jardins, que reúnem uma flora variada. Uma maneira perfeita de relaxar em uma tranquilidade quase surreal.

Shark Reef Aquarium

Em Las Vegas, o desejo de surpreender está sempre na ordem do dia. No famoso Mandalay Bay Resort and Casino há até um aquário: O Shark Reef Aquarium. O aquário abriga uma seleção interminável de espécimes em um local um pouco interno e um pouco externo. Você verá águas-vivas, arraias, crocodilos, tartarugas e até um dragão de komodo muito perigoso. Também são expostos 100 tubarões de 15 espécies diferentes e mais de 2000 animais.

O aquário Shark Reef é o maior dos Estados Unidos, com uma capacidade de quase 5 milhões de litros. No aquário principal, existem tubarões. E existem bacias menores, divididas entre água doce e salgada. Existem também várias galerias para ter uma visão completa e única dos tesouros do oceano.

Através de visitas pedagógicas, você terá a oportunidade de aprender tudo sobre o aquário e seus animais. O Shark Reef é dividido em três áreas distintas. Primeiramente, tanques de água doce com crocodilos, pitões e outros répteis. Depois, há tanques de água salgada. Além disso, há um tanque aberto que permite que os visitantes toquem nos animais, sob supervisão.

The Stratosphere

The Stratosphere Las Vegas é um hotel e cassino localizado na Strip, e sua definição é inspiradora. O hotel é uma estrutura de 20 andares com quase 2500 quartos e um cassino com mais de 7 mil metros quadrados. Os números não surpreendem tanto quanto a Stratosphere Tower, com seus 350 metros de altura. Uma boa combinação entre a torre de observação mais alta dos EUA e, ao mesmo tempo, prédio mais alto de Las Vegas. 

Os elevadores que o levarão ao topo estão entre os mais rápidos do mundo. A torre foi inaugurada em 30 de abril de 1996 e imediatamente se tornou um dos símbolos e atrações mais procuradas de todo o estado.

No topo da torre há um parque de diversões com vários brinquedos. Você pode escolher entre montanha-russa para ficar suspenso a uma altura de 300 metros e fazer um loop incrivelmente rápido. Além disso, você pode experimentar um carrossel que gira do lado de fora da torre. Encerre com o Bungee Jumping dos recordes: um salto de tirar o fôlego até a base da torre.

Neon Museum

Uma espécie de cemitério de placas ou melhor, um museu de relíquias que documenta o passado sempre luminosos de Las Vegas: esse é o Museu do Neon. Uma maneira de homenagear hotéis e cassinos antigos nessa atração colorida que contém mais de 200 maravilhosos letreiros de néon que remontam a 1930

Algumas pessoas restauraram esses "achados" e os trouxeram de volta ao seu esplendor original. O caminho irá surpreendê-lo tanto de dia quanto à noite, em visitas guiadas: o mérito é das divertidas histórias e curiosidades que o museu testemunha. Há ainda uma surpresa em diversos locais: uma exposição temporária imperdível , dedicada ao diretor Tim BurtonGrandes esculturas serão montadas em todo o museu e no Boneyard Park, na cidade de Las Vegas.

Cirque du Soleil

A famosa companhia canadense de acrobatas e malabaristas está em casa em Las Vegas e oferece vários shows permanentes em vários hotéis da cidade. O fio condutor é sempre a vontade de surpreender o público e inovar. A atenção aos detalhes, tanto no que diz respeito à cenografia quanto ao figurino, é total e meticulosa. Até mesmo as trilhas sonoras são estudadas e executadas ao vivo.

Há inúmeras curiosidades sobre as performances, começando com o show KàEle é o único que não tem um palco "normal", já que sua plataforma gira 360°, diante dos olhos atônitos dos espectadores. O enredo também é dramático, dividindo-se entre o frenesi de ação e cenas de luta. 

Mystère é um verdadeiro pedaço da história, o "avô" dos shows. Chegou pela primeira vez, e para ficar, em Las Vegas em 1993, com um palco adaptado. Na época, Mystère havia sido projetado para o Caesars Palace e trouxe ao palco os antigos gregos e romanos. Hoje, o significado é muito mais abstrato: o tema é precisamente o mistério da vida. As respostas serão buscadas por meio da dança e de acrobacias incríveis.

Será um programa que o deixará sem palavras. Em poucos segundos, o palco se torna uma piscina e os acrobatas se afastam para apresentar um número de nado sincronizado. Entre os artistas há diversos ex-atletas olímpicos.

Fremont Street

Depois da Strip, pode-se dizer que essa é outra peça importante de Las Vegas, sem dúvidas a mais importante em termos de relatos históricos. É a memória histórica de Las Vegas: fundada em 1905, foi a primeira rua a ser pavimentada. Aqui foi instalado o primeiro semáforo, em 1931. Não foram apenas as luzes dele que viraram notícia. Las Vegas foi a primeira cidade em todo o estado de Nevada a ter eletricidade.

Os cassinos também chamam a atenção, embora não sejam enormes e brilhantes como os da Strip, mas têm uma história cheia de curiosidades e detalhes. Aqui, por exemplo, é onde fica o cassino mais antigo de Las Vegas, o Golden Gate Hotel Casino. A temática ferroviária é a característica do edifício e da área dedicada aos jogos: há muita atenção aos detalhes e acabamentos em estilo vitoriano. 

O hotel também irá lhe agradar por outros motivos, ainda que você não goste de jogar. Ele conta com uma coleção realmente fascinante de antiguidades. Vai dos castiçais da Ópera Figaro, em Paris, à estátua em bronze de um javali. Por razões comerciais, a rua também se transformou em um espetáculo: “La Freemont Street experience”. Uma mistura de luzes, sons, shows. Uma mistura entre show ao vivo e performances. Foram os gestores dos negócios locais que decidiram criar a Fremont Street Experience, para estimular o turismo e reviver a antiga Las Vegas. O primeiro show aconteceu em 14 de dezembro de 1995; posteriormente, a cenografia foi aprimorada e o sistema de áudio foi amplificado.

Mermaid Show Silverton

Dentro do Silverton Aquarium do hotel cassino Silverton, você pode ver ao vivo os tubarões sendo alimentados, enquanto lindas sereias dançam ao seu redor, sem medo do perigo. Imagine 117.000 litros de água, milhares de peixes tropicais e um show pronto para deixar você sem fôlego. 

Arredores de Las Vegas: Death Valley

Tem muitos recordes, um dos lugares mais quentes e mais baixos do mundo, mas ao mesmo tempo um dos mais evocativos e mágicos dos Estados Unidos, graças também ao cinema, sobretudo aos filmes de faroeste: estamos falando do Vale da Morte, um parque nacional entre a Califórnia e Nevada. O Vale da Morte é uma das atrações imperdíveis. Foi um grupo de garimpeiros que batizaram o local.

Quase todos se salvaram, mas o local ficou marcado pelas difíceis condições de sobrevivência. Uma superfície do deserto que surpreende e que, na verdade, é cheia de vida. E nessas mesmas montanhas, os picos estão cobertos de neve. 

É um lugar cheio de contradições: há o deserto, mas também existem grandes extensões de flores silvestres e até um oásis. Existe inclusive uma fauna muito variada. Entre os habitantes estão coiotes, ovelhas das Montanhas Rochosas, lagartos, corvos e até peixes. Uma rota de 225 km.

Não faltam coisas para ver no Vale da Morte: Há, por exemplo, o Zabriskie Point, formado por sedimentos de um lago antigo que secou. Daqui, você pode admirar um espetáculo único: uma grande extensão de montanhas que mudam constantemente de cor. Esse nome também inspirou o filme homônimo de Michelangelo Antonioni, de 1970. Nas proximidades, há outra atração: uma bacia onde também existe uma salina que se transforma constantemente.

Arredores de Las Vegas: Hoover Dam

Um trabalho de engenharia visionário, entre os mais inovadores e importantes do mundo: é a Represa Hoover, localizada a poucos quilômetros de Las Vegas. Seus números impressionam, pois é uma dos maiores do mundo: 220 metros de altura e 200 metros de largura e suas obras foram concluídas em 5 anos. Atualmente, fornece eletricidade a pelo menos três estados, Nevada, Arizona e sul da Califórnia e é visitada por quase 2 milhões de pessoas.

Durante sua construção, foram utilizadas técnicas inéditas. A famosa represa deve seu nome a Herbert Hoover, secretário de comércio e, mais tarde, presidente dos Estados Unidos, que trabalhou para construí-la. O projeto ambicioso foi confiado a Frank T Crow, um famoso engenheiro, que já havia trabalhado em outras importantes construções similares.

Arredores de Las Vegas: Valley of Fire

Você pode sentir um desejo de pegar a estrada para descobrir outro tipo de show de cores exclusivo: a natureza do deserto de Mojave. A cerca de noventa quilômetros de Las Vegas, você encontrará o Parque Estadual Valley of FireO parque estadual irá transportá-lo para outro mundo de monumentos rochosos com cores mais impressionantes, tons que vão do vermelho, cinza ao rosa. Em pouco tempo, Las Vegas será apenas uma lembrança.

Você irá viver um espetáculo exclusivo: rochas sedimentares de todas as formas e cores, montanhas de xisto, uma pedra muito particular, colinas de calcário branco prontas para alcançar os céus. Também existem inscrições rupestres de mais de 3.000 anos. 

Foi chamado de "Vale do Fogo" por suas formações de arenito vermelho que parecem pegar fogo quando refletem os raios do sol. A peculiaridade e a beleza dessas pedras sempre foram admiradas. Essas terras do vale do Moapa eram habitadas pelos índios Pueblo: traços de sua permanência e vida cotidiana estão presentes nos desenhos gravados na pedra, em várias áreas do parque. As linhas formam animais, figuras geométricas ou pessoas.

Arredores de Las Vegas: Red Rock Canyon

Um desfinaldeiro natural de cor vermelha e mil sugestões. Se você quer uma alternativa às luzes psicodélicas de Las Vegas, viaje cinquenta quilômetros para chegar até o Red Rock Canyon. Esse parque foi cenário de muitos filmes de faroeste: um conjunto de paredões, colinas e morros corroídas pelo tempo e pelo vento.

É uma terra esculpida que não esconde suas nuances e tonalidades, que vão muito além de suas camadas branca, rosa e vermelha. Uma joia a ser admirada e imortalizada. Os paleontologistas também são apaixonados por essa região. A razão é simples: existem fósseis de animais pré-históricos, um elenco estranho de tigres dentes de sabre e jacarés pré-históricos.

Quem gosta de trekking poderá encontrar várias trilhas ao longo dos quase 11.000 hectares de parque. Quem vier pela primeira vez descobrirá, por exemplo, como se formaram os desfiladeiros Hagen e Red Rock. Saindo de uma antiga rota off-road, há outra trilha que leva a formações rochosas com 90 metros de altura. O percurso pode ser um pouco confuso, mas no final você terá uma visão esplêndida. Depois de um inverno chuvoso, as flores silvestres parecem explodir em coresAs noites no parque são mágicas, uma experiência realmente imperdível. Não há nada, nenhuma poluição luminosa, apenas a possibilidade de sentir a natureza, respirando e contemplando-a.

Arredores de Las Vegas: Zion National Park

Outro parque para admirar as rochas e as nuances das luzes. O Parque Nacional de Zion, uma das atrações que mais agradam os turistas, já que recebem 4 milhões de visitantes por ano. Ocupa uma área de aproximadamente 593 quilômetros quadrados em torno de um profundo desfiladeiro esculpido pelo rio North Fork Virgin. Está localizado perto da cidade de Springdale, Utah

A área se tornou um parque em 1919 e ali você pode admirar as paredes rochosas de arenito, esculpidas pela erosão do rio. Você verá uma mistura de cores e tons que vão do creme, rosa até vermelho, que parecem subir na direção do céu. A área do Zion Canyon abriga pelo menos nove tipos de formações rochosas, que são visíveis por toda a região. Os animais também têm sua importância, já que a área abriga mais de 60 espécies de mamíferos, mais de 200 tipos de aves, mais de 35 espécies de répteis e anfíbios e também vários tipos de peixes.

As luzes de Las Vegas

 

O maior playground do mundo, onde o protagonista é a diversão. Las Vegas também é um lugar onde tudo brilha e está sempre aceso, um centro de possibilidades malucas, começando pelo High Roller a roda-gigante mais alta do mundo: 167,6 metros. Mas Las Vegas também é um mundo a ser descoberto, cheio de museus e possibilidades. Um museu diferente e interessante é o Atomic Testing Museum, que conta uma história pouco conhecida. E começa de longe, na década de 1950, em meio à Guerra Fria, quando a cidade de Nevada era o maior centro de experimentação das armas americanas. E também haverá pontos panorâmicos para apreciar vistas cinematográficas. O Distritos das Artes, coração da arte e dos teatros locais, também merece uma olhada. Às vezes, os espetáculos saem das estruturas e das paredes e chegam à rua. Às vezes as cores cobrem os bairros e se tornam murais. Você só precisa se jogar na diversão e correr para apostar em Las Vegas.

Viaje com a Costa Cruzeiros