Cartagena das Índias é a sexta cidade mais populosa da Colômbia, uma cidade costeira e festiva que pode oferecer férias completas. Oferece história, começando pela cidade fortificada, continuando com seus palácios e igrejas. É cheio de museus e bairros cheios de charme para descobrir, tradições e um espírito inquieto, criativo e sempre acolhedor. Mesmo áreas naturais, como o Parque Bolívar, sabem ganhar vida e se tornam palco de representações folclóricas, danças e música de grupo. Até o famoso escritor Gabriel Garcia Marquez fez do parque o protagonista de um de seus romances. Deixe-se envolver pelas cores da cidadela, pelos tons pastel das casas coloniais, para sentir uma verdadeira emoção. Descubra conosco quais são os 16 tesouros que você não pode deixar de ver.

  • Cidade fortificada
  • Castelo de San Felipe
  • Museu do Ouro Zenu
  • Catedral de São Pedro
  • Torre do Relógio
  • Portal de Los Dulces
  • Plaza de la Aduana
  • Bairro San Diego
  • Bairro Getsêmani
  • Plaza de la Trinidad
  • Parque Bolivar
  • Convento La Popa de la Galera
  • Museu das Jóias do Caribe
  • Beira-mar de Cartagena
  • Ilhas de Rosario
  • Vulcão Totumo

Cidade fortificada

Rodeada por uma bela baía, Cartagena recorda a era colonial em seus becos, praças, palácios refinados, pátios espaçosos que a tornaram um Patrimônio Mundial da UNESCO. Suas fortificações, construídas a partir de 1500, irão lhe surpreender. Um projeto titânico, iniciado pelo arquiteto italiano Battista Antonicelli, concluído após cerca de dois séculos com um total de cerca de 11 quilômetros de paredes. Além disso, Cartagena era um dos portos mais estratégicos e ricos da América espanhola: todos os tipos de mercadorias eram comercializados aqui e o comércio de escravos em direção a outras colônias era muito intenso. 

Andando por suas ruas estreitas, você se sentirá como se estivesse voltando no tempo, quando os navios atracavam no porto e os piratas esperavam o momento certo para atacar. Nessa área, há várias atrações imperdíveis, incluindo a popular Praça do Relógio e o sugestivo Café de Mar, um lugar com uma vista inestimável do oceano e um ambiente muito romântico onde você pode esperar o pôr do sol.

Castelo de San Felipe

Está, até hoje, perfeitamente preservado e é um local espetacular para celebrações e eventos.  Estamos falando do castelo de San Felipe de Barajas, um legado dos espanhóis durante o período colonial. Está localizado em uma posição estratégica, no pois topo de uma colina, e é uma das maiores mansões de toda a América Latina. Você pode visitá-lo sozinho ou em visitas guiadas: você se verá diante de pátios, túneis secretos, galerias, muros e torres de comunicação, mas, acima de tudo, passará por 400 anos de história sem nem se dar conta. O sistema de comunicação altamente sofisticado o protegeu contra saques, porque a rede de túneis permitia o fornecimento de armas e a passagem de suprimentos. Também nesse caso, como nas muralhas da cidade, a construção da estrutura foi bastante trabalhosa e durou mais de um século.

Museu do Ouro Zenu

Uma pequena joia que contém joias ainda mais preciosas. Uma atração imperdível em Cartagena é o Museo do Ouro Zenu. O pequeno edifício reúne objetos e joias de valor inestimável pertencentes à civilização pré-hispânica. A coleção reúne joias finamente trabalhadas em ouro, embora não faltem também utensílios de terracota ou objetos enriquecidos com pedras preciosas. É uma exposição fascinante, não apenas do ponto de vista artístico, mas, sobretudo, do ponto de vista histórico. Foi inaugurado em 27 de março de 1982 e conta com mais de 700 peças exclusivas. Representa uma versão em miniatura do Museu do Ouro de Bogotá. A exposição é particularmente detalhada e com excelente curadoria, oferecendo também painéis informativos.

Catedral de São Pedro

Leva o nome de um corajoso frade colombiano, que lutou pelos direitos dos escravos e representa um dos edifícios mais emblemáticos da cidade de Cartagena. Foi construído no final do século XVII e, apesar das muitas transformações e numerosas obras a que foi submetido, foram feitos esforços para manter o máximo possível de sua aparência original. O exterior da fachada é bastante simples e sóbrio, enquanto o interior é mais decorado. Sobretudo, destacam-se várias estátuas, sendo que uma das mais populares é a do Papa Wojtyla. O edifício tem vista para uma das praças mais bonitas da cidade, caracterizada por tons pastel e nuances que vão até o ocre. San Pedro foi missionário por 44 anos entre os escravos africanos e ia até eles de barco para levar comida, ajuda e conforto.

Torre do Relógio

La Puerta del Reloj, Torre del Reloj ou Boca del Puente é a principal porta de entrada para o centro histórico de Cartagena e a entrada original da cidade fortificada. Está localizada entre a Praça da Independência e de los Coches. O nome "Porta do Relógio" vem do relógio que foi colocado na torre no início do século XVIII. Por outro lado, o nome Boca del Puente se deva ao fato de que, durante o período colonial espanhol, uma ponte levadiça foi construída aos pés do antigo Canal San Anastasio, ligando a cidade fortificada ao lendário bairro de Getsêmani. A ponte também serviu como defesa da cidade, pois, em caso de ataque inimigo, era erguida, impedindo o acesso de piratas e invasores.

O portão também era protegido pelos bastiões de São Pedro Apóstolo e São João Batista. Tem uma fachada em estilo pós-clássico, um precursor do que mais tarde seriam os elementos-chave das fortificações da segunda metade do século XVIII. La Puerta del Reloj é obra do engenheiro militar Juan de Herrera y Sotomayor , fundador da Academia de Cartagena, e seu estilo lembra a fachada da igreja do convento de São Francisco, na cidade de Santo Domingo. De fato, as duas portas têm um arco romano de meio ponto, ladeado por dois pares de colunas toscanas. Para entusiastas e críticos, essa porta é uma das obras mais bem-sucedidas da escola de fortificação hispano-americana e talvez uma das mais bem preservadas do Novo Mundo.

Portal de Los Dulces

O Portal de los Dulces, conhecido como Plaza del Juez ou Plaza de la Yerba, a praça triangular localizada logo atrás da Puerta del Reloj, já foi usada como mercado de escravos e é a praça mais central da cidade. O local é chamado de Portal de los Dulces porque, séculos atrás, havia vendedores ambulantes vendendo todo tipo de quitutes, tortas e doces. Hoje a tradição permanece de alguma forma. E a praça se transformou em um dos lugares mais doces de Cartagena. Caminhar sob o pórtico é uma experiência realmente agradável. Os aromas de todos os tipos de doces e os perfumes dos alimentos enchem o ar e colorem a praça. 

Você encontrará barracas com frutas, bombons, coco, chocolate, amêndoas e outras iguarias exóticas imperdíveis. Você também pode escolher entre diferentes variedades de doces para compartilhar com amigos e parentes. Muitos dos nomes e ingredientes farão você sorrir, como o Cubanito, o diabolín de queijo, as casadillas de coco, as sementes de gergelim, além de poder admirar detalhes artísticos e construções pitorescas com varandas com vista para os arcos coloniais

Plaza de la Aduana

É uma das maiores e mais elegantes praças de Cartagena das Índias. O fundador de Cartagena, Don Pedro de Heredia, morava no prédio da alfândega, que ocupa toda a lateral da praça. Pedro de Heredia, junto com seu Alonso, resistiu ao ataque feroz do pirata francês Robert Baal em 25 de julho de 1544. Como a maioria das praças urbanas, a Plaza de la Aduana também teve vários nomes que lembram as fases de sua história. Quando os gabinentes reais foram instalados no edifício da alfândega, a praça passou a ser chamada de "Antigua Real Contaduria". 

Depois, em 1790, quando foi organizada a Administração Aduaneira, adotou o nome de "Praça da Alfândega". Por ocasião do aniversário da descoberta da América, em 12 de outubro de 1894, uma estátua de Cristóvão Colombo foi inaugurada na praça. É uma escultura de mármore do "descobridor", ao lado de uma mulher indígena, que fica em cima de um pedestal decorado com os relevos das três caravelas: Pinta, Niña e Santamaría. O evento motivou as autoridades a mudar seu nome para "Plaza Colón", mas Cartagena continuou a chamá-la de Plaza de la Aduana.

Posteriormente, a câmara municipal decidiu chamá-la de praça Rafael Núñez como uma homenagem póstuma ao ex-presidente da República, nascido em Cartagena. Mais uma vez, a decisão popular prevaleceu sobre as disposições oficiais e assim  continuou a ser chamada de "Praça da Alfândega". Antigamente, dentro dessa praça, havia o Portal de los Moros, uma galeria com arcos ocupada pelas lojas dos muçulmanos que chegaram a Cartagena no início do século XVII. Hoje, a estrutura dessa praça é dominada pela alfândega, um imponente edifício colonial, onde trabalham os funcionários do município de Cartagena.

Bairro San Diego

Para os turistas mais apaixonados por esse bairro, passear pelas ruas é como "ser protagonista de um filme de época". O cenário, de fato, é realmente impactante e os detalhes fazem a diferença. Trata-se da área mais elegante e refinada da cidade e mantém toda a atmosfera colonial. Perder-se entre suas ruas é maravilhoso e os visitantes não conseguem se perder, porque esse bairro colorido, o mais majestoso e exclusivo da era colonial, inserido na cidade velha de Cartagena, gira em torno da esplêndida Plaza de San Diego. É um lugar relaxante, onde você pode parar para tomar um drinque em um dos restaurantes com belos terraços.

Ao redor da praça estão as fortificações quase suspensas no tempo e seus preciosos bastiões, a Plaza de Las Bóvedas, a Igreja de Santo Toribio, a Plaza Fernández de Madrid e as carruagens puxadas a cavalo, os mínimos detalhes de sua arquitetura colonial, ruelas estreitas e pitorescas, com casas luminosas e coloridas, com enormes janelas e belas sacadas floridas.

Bairro Getsêmani

É um dos lugares típicos, seja pelas cores, pelo ambiente alegre ou pelo labirinto de ruas que o caracteriza. O bairro Getsêmani o surpreenderá com os mercados que mantêm a alma da Colômbia, com casas coloridas e suas bandeiras penduradas, dando aquele ar criativo. Nessa área, além de vistas e cantos adequados para todos os tipos de fotografia, você também encontrará clubes e restaurantes com uma atmosfera vintage, que lhe permitirão conhecer a melhor cozinha tradicional

E mais do que isso: muitos clubes, depois do jantar, organizam shows de salsa e momentos em que a dança será a atração principal e você também pode se jogar na pista sem se preocupar com o tempo. A praça irá surpreendê-lo com sua vegetação deslumbrante. Cada rua conta uma história, como a do artesão cubano Pedro Romero, que organizou a resistência pela liberdade de Cartagena. Entre as ruas mais conhecidas, a "rua do guerreiro” ou "rua das tartarugas", caracterizada por maravilhosos murais. Cada esquina oferece clubes, serviços, hotéis e restaurantes. A área que teve um passado sombrio, mas agora é um ponto de encontro e turístico muito popular. Cada pedra conta a história da Colômbia e as pessoas são sorridentes e prestativas.

Plaza de la Trinidad

Está localizada perto do Bairro Getsêmani, mas merece uma menção separada, uma vez que a Plaza de la Trinidad é uma das praças mais populares, conhecidas e animadas de Cartagena. Não é muito grande, mas há muito para descobrir e explorar, começando pelas inúmeras barracas de comida de rua, onde você pode saborear produtos típicos, especialmente carne, a um bom preço. À noite, a praça ganha vida com personagens, músicas, shows e não faltam lugares para saborear um coquetel. É o lugar certo para passar uma noite de convivência e diversão.

Parque Bolivar

Dizem que é o lugar onde você pode sentir a mais autêntica cultura colombiana na ponta dos seus dedos. Além de ser um dos espaços verdes mais apreciados e relaxantes, é um local simbólico que se transforma à noite. Assim, você pode ver performances de dançarinos, artistas de rua, músicos ou eventos improvisados que unem trajes típicos e folclore. O parque foi inaugurado em 1896 e no centro você pode admirar uma estátua dedicada a Simon Bolívar, grande patriota venezuelano. A escultura, feita em bronze pelo escultor venezuelano Ely Palcios em Mônaco, possui um pedestal de granito finlandês. Existem duas cópias dessa escultura, uma em Maracaibo e outra em Guayaquil. Além da vegetação exuberante, o parque também abriga diversas fontes. Mas há outra curiosidade: em um canto do parque, você pode admirar um morteiro, uma peça de artilharia que remonta ao século XVIII.

Convento La Popa de la Galera

Construído com uma vista maravilhosa do mar, o Convento La Popa de la Galera é uma das atrações mais interessantes de Cartagena. Os espanhóis que descobriram a cidade em 1510, quase por acaso, nunca imaginariam ver um enorme galeão se projetar para o mar, e isso explica a referência ao nome Galera. No topo, há uma igreja colonial pitoresca e um convento construído entre 1606 e 1611. O claustro do convento é um dos mais belos da cidade colonial de Cartagena e um dos mais admirados de toda a Colômbia.

Parece que nos anos coloniais, havia também um santuário clandestino no topo, onde os índios e escravos africanos adoravam uma divindade chamada "Buziriaco" ou "Cabro Urí", que se assemelhava a uma cabra. A lenda diz que a construção do templo e do convento levou muito mais tempo do que o esperado , por causa de uma contínua "sabotagem divina" na forma de trovões, raios, chuva e tempestades. 

O convento deixou de ser ocupado entre 1822 a 1963 por causa do confiscoordenado pelas autoridades civis. Posteriormente, os frades conseguiram recuperar seu convento, que sempre foi dedicado à Virgem da Candelária, padroeira de Cartagena: sua imagem, localizada no retábulo de ouro da capela, é reverenciada pelos católicos da cidade e arredores. O Papa João Paulo II canonizou a Virgem no domingo, 6 de julho de 1986, durante sua visita apostólica a Cartagena.

Museu das Joias do Caribe

O museu das joias do Caribe está entre as principais atrações para visitar em Cartagena. A atração aqui, além da coleção de peças refinadas e únicas, são as informações sobre os processos de extração de esmeraldas. Existem vários ambientes para transitar. Um deles contém o maior exemplar de esmeralda, chamado Petra, proveniente da mina de Polveros, na área de mineração de Muzo. A esmeralda tem um peso total de mais de 107 kg e mais de 70 cm de comprimento e 53 de largura. O único com tais características no país.

Esse ambiente também possui uma coleção de exemplares de esmeralda raros, provenientes das minas mais importantes do mundo e a réplica de um túnel vertical, típico das minas da Colômbia. Outros ambiente que vale a pena descobrir é a sala dedicada ao berílio. Você descobrirá a formação e a origem desse tipo de pedra.

Beira-mar de Cartagena

O passeio à beira-mar em Cartagena vai deixar você sem fôlego. Passeios relaxantes, começando pela oportunidade de apreciar os detalhes e maravilhas do porto. Em seguida, descubra o bairro de Bocagrande. É uma área muito turística e comercial de Cartagena, pois aqui existem inúmeros hotéis, lojas e restaurantes. O bairro, localizado ao sul da cidade fortificada, pode ser definido como um shopping ao ar livre, pois é nesse local que está localizado o maior número de lojas de marcas internacionais. Além disso, em Bocagrande ficam as melhores praias de Cartagena. Escolha a melhor para você e relaxe.

Ilhas de Rosario

Um conjunto de beleza e natureza que lhe proporcionará momentos de grande relaxamento. As 28 ilhas que compõem o arquipélago de Rosário fazem parte do departamento de Bolívar e consistem em uma pequena plataforma de formações de corais em diferentes profundidades. Em 1977, com o objetivo de proteger o patrimônio natural e marinho, foi criado um parque nacional, chamado de Corales del Rosario. O parque constitui um complexo subaquático de ecossistemas e comunidades habitados principalmente por corais. Você pode encontrar peixes de diferentes formas e cores, desde crustáceos a moluscos, anêmonas, ouriços do mar e estrelas do mar. Existem mais de mil espécies protegidas. Há também uma grande variedade de aves marinhas, entre elas o pelicano. As ilhas estão localizadas a cerca de quarenta quilômetros de Cartagena e diariamente há excursões que levam até elas. 

Em Isla Grande, você encontrará um mar cristalino e areias macias, ideais para mergulho ou para um dia de banho em um mar calmo. Você poderá admirar florestas de mangue e lagoas do interior. Você também pode visitar um aquário na ilha de San Martin de Pajarales ou admirar a vegetação exuberante para se esconder em uma área de sombra. Antes da criação do parque, as famílias ricas de Cartagena usavam esse lugar paradisíaco para construir suas casas de férias. O governo permitia que elas mantivessem suas propriedades mediante o pagamento de um aluguel anual, contanto que respeitassem algumas regras de preservação dos ecossistemas das ilhas.

Vulcão Totumo

Uma atração turística quase obrigatória. Estamos em Galerazamba, a cerca de 40 quilômetros de Cartagena. Aqui, os visitantes sobem cerca de 20 metros ao longo de uma escada de madeira que os leva à boca do vulcão Totumo. Quando chegam, os turistas descem à cratera, um espaço onde cabem cerca de 10 pessoas, para entrar em contato com um líquido denso e cinza. Sim, as pessoas vêm de longe até aqui para nadar e flutuar em um pequeno mar de lama.

Essa atração turística diferente, considerada uma maravilha exótica e natural, tem cerca de quarenta metros de altura, onde a lama quente e densa flui permanentemente - é impossível afundar nela. O acesso é feito por uma escada de madeira rústica; quando você chega ao ponto mais alto, pode aproveitar as propriedades curativas da lama e de uma boa massagem. Visitar o vulcão Totumo será uma experiência muito divertida, para ser compartilhada com amigos ou familiares. Segundo a lenda, foi um padre que transformou um vulcão normal que expelia fogo, e que era considerado demoníaco, em um vulcão em miniatura cheio de lama. Para isso, ele o teria benzido com água benta.

A beleza de Cartagena com a Costa

 

Todo mundo admira suas praias, mas poucos sabem que seu centro histórico é um Patrimônio Mundial da UNESCO. Deixou para trás um passado difícil e conturbado, e hoje seu presente transmite alegria nas suas ruas e bairros. Uma cidade que sabe combinar seus opostos e às vezes consegue ser elegante, refinada e turística, como no bairro de San Diego. Cartagena é também selvagem, mas autêntica, nos mercados e lojas do Bairro Getsêmani. Você ficará encantado com as cores e a arte que não se cansa de embelezar os muros e as praças. Gabriel Garcia Marquez disse que em Cartagena tudo é diferente, desde "essa grande sensação de ter chegado". Descubra você mesmo e escolha-a como seu destino de férias.

Viaje com a Costa Cruzeiros