Praias de coral e areia de lava, oásis brancos emoldurados por manguezais, precipícios rochosos e lagoas construídas dentro de antigas crateras. Com suas paisagens vulcânicas, as Ilhas Galápagos estão sem dúvida entre os lugares mais bonitos do mundo e, de longe, entre os destinos mais fascinantes para um cruzeiro na América do Sul. Geograficamente parte do Equador e banhado pelas águas do Pacífico, o arquipélago de Darwin possui uma herança naturalista única no mundo. A palavra-chave é ecoturismo: quase todas as Ilhas Galápagos, sem surpresa, estão incluídas no Parque Nacional e apenas uma pequena fração do território é ocupada por assentamentos humanos. A existência do Parque Nacional remonta a 1959: alguns anos depois, em 1978, as ilhas foram declaradas Patrimônio Natural da Humanidade e, posteriormente, Reserva da Biosfera.

Em 1984, foi a vez da Reserva Marinha, declarada também Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Este resumo é suficiente para entender o valor naturalista do arquipélago localizado no Equador. Entre as áreas vulcânicas mais ativas da Terra, esse grupo de ilhas impressionou Charles Darwin, como é conhecido, pela biodiversidade e pela variedade de seus habitats, graças às correntes e à distância do continente: foram as Galápagos que inspiraram uma das obras mais famosas da história científica, o tratado “A origem das espécies”. Não há dúvida: para quem ama a natureza, explorar este lugar é uma emoção muito forte. Além disso, aqueles que tiveram a sorte de visitar este paraíso terrestre não devem renunciar de relaxar em praias maravilhosas, muito pelo contrário.

Aqui o tempo parece ter parado e, assim como no mítico Éden, você fica cara a cara com animais selvagens que são sociáveis e gentis: você pode apreciar o bronzeado cercado por gansos, leões marinhos, tentilhões de Galápagos, tartarugas, iguanas, flamingos e pinguins. A lista poderia continuar. Mesmo para os amantes de snorkel, os locais de mergulho e a quantidade de encontros que podem ser feitos nessas partes são incríveis. Se isso não for suficiente, você pode tornar a experiência ainda mais emocionante variando entre várias outras atividades: além de passeios, você pode desfrutar de uma viagem de caiaque saindo de Tortuga Bay, de um passeio de bicicleta, fazer escalada, fazer um passeio pelas baías de bote ou uma saída para surfar. O melhor é escolher um cruzeiro Costa para navegar confortavelmente entre as ilhas e descobrir as oito praias mais bonitas de Galápagos.

Tortuga Bay

Tortuga Bay está localizada na ilha de Santa Cruz, lar do Galapagos National Park Service e da Charles Darwin Research Station. Povoada por iguanas e pássaros, é uma visão indelével: uma baía verdejante dividida em duas por uma série de contrafortes rochosos que se estendem entre as águas azul-turquesa. Esse limite de rochas cria duas praias gêmeas, dois bancos de areia com uma brancura quase ofuscante. A primeira dessas praias é chamada Playa Brava, enquanto a segunda leva o nome de Playa Mansa. Como se pode adivinhar com facilidade, as duas praias (com cerca de dois quilômetros de comprimento) diferem uma da outra na atmosfera que as caracteriza.

A primeira é mais animada, em virtude das ondas e das correntes bastante fortes: são essas características que a tornam menos frequentada, além de um habitat favorável para a nidificação das tartarugas marinhas. Playa Mansa é mais tranquila. Aqui, você pode se abrigar sob os manguezais com os pés afundados na areia branca. Nos arredores, você pode ver os chamados patas azules, ou os gansos patola de patas azuis, com pernas espetaculares com teias pintadas de azul.

É proibido desistir de um passeio de caiaque a Tortuga Bay: assim que chegar à praia você pode alugar a canoa diretamente aqui, aproveitando um guia local para descobrir a beleza da área protegida, belezas que ficam dentro e fora da água. Entre os encontros subaquáticos mais comuns há tartarugas marinhas e pequenos tubarões-martelo. Como já mencionado, em Galápagos os animais não parecem viver a presença do homem como uma ameaça: consequentemente, com a quantidade certa de discrição é possível abordá-los facilmente e experimentar um sentimento de harmonia única.

Puerto Villamil

A praia de Puerto Villamil, na ilha de Isabela é de fácil acesso e é uma das mais confortáveis de todo o arquipélago: elementos que não são irrelevantes em Galápagos onde o conforto dá lugar à maravilha de habitats naturais e vislumbres selvagens. A vila se desenvolve ao longo da praia, também equipada com um bar, onde você pode saborear água de coco ou uma cerveja refrescante. Além de seus serviços, esta praia é caracterizada pelo fato de estar cercada por um cenário exuberante de palmeiras. Caminhando ao longo da avenida você pode encontrar as iguanas marinhas típicas de Galápagos que perambulam sem perturbações. O momento ideal para passear na praia é o pôr do sol: a praia de Puerto Villamil é conhecida por tornar esse momento muito encantador. O fundo do mar é também perfeito para sair com a prancha. As ondas de Puerto Villamil também são adequadas para iniciantes: quem nunca experimentou fazer surf pode aproveitar para sentir a emoção obviamente na companhia de um bom instrutor para aprender o básico e se divertir com segurança. A alternativa é um passeio com o sup ou, por que não, um passeio de bicicleta.

La Loberia

La Loberia é uma das praias mais fascinantes da ilha de San Cristobal: longa e pacífica, cativa por sua aparência imaculada. A paisagem é formada por fluxos de lava que mergulham no mar: nas rochas escuras tomam sol as iguanas, semelhantes aos animais pré-históricos. Os répteis curiosos não são os únicos a desfrutar de relaxamento: de fato, a praia de La Loberia é também frequentada por leões marinhos que cochilam placidamente na areia branca.

Animais preguiçosos não parecem perturbados pela presença de visitantes: a tentação de tirar uma soneca pode se tornar contagiosa. O melhor é não perder o tempo disponível: não acontece todos os dias de relaxar em uma praia como La Loberia, muito menos nadar nessas águas cristalinas, talvez na companhia de tartarugas, ou de as navegar a bordo do caiaque. Remar não é obrigatório para apreciar a beleza do lugar: para viver a biodiversidade é mais do que suficiente fazer a caminhada naturalista com cerca de um quilômetro de comprimento que se desenvolve ao longo da praia. Quem procura emoções fortes, e se desejar, pode também se dedicar ao surf cavalgando as ondas que acariciam a praia.

Playa Las Bachas

Localizada na área norte de Santa Cruz, Playa Las Bachas abriga um dos maiores locais de nidificação das tartarugas marinhas da ilha. Os contrastes desta maravilhosa praia são impressionantes: a areia branca, as pedras negras, a água azul-turquesa e, aqui e ali, as silhuetas coloridas dos flamingos. Você nada cercado por palafitas negras e caranguejos Sally Lightfoot, entre o abismo de aves marinhas e aves migratórias. Playa Las Bachas está localizada em uma área protegida de Santa Cruz e não é acessível por terra: por outro lado, quem chega por mar pode saborear a magia de seus panoramas selvagens. É um local muito popular mesmo entre os praticantes de snorkel: aproveitando o mar, você tem a oportunidade de contemplar a variedade de paisagens marinhas, ricas em vida e habitadas por tartarugas e outras criaturas flutuantes. As ondas aqui são suaves e tornam o mergulho muito agradável.

Ilha de Rábida

A sensação é de estar em Marte: de fato, a Ilha de Rábida se destaca por suas paisagens vermelhas, quase marcianas, devido à composição química específica das rochas e do solo. A praia, de origem vulcânica, é coberta de areia ferrosa e cercada por cactos e arbustos coloridos: o olhar é incomparável e as cores parecem retocadas com um pincel. Essa imagem viva é enriquecida por uma colônia de leões-marinhos e uma grande variedade de pássaros: além dos famosos tentilhões de Darwin, pode acontecer de avistar os pelicanos que nidificam entre os arbustos. A riqueza de rochas vulcânicas na Ilha de Rábida a torna o coração geológico das Galápagos.

Gardner Bay

Gardner Bay é simplesmente uma miragem, especialmente para quem sonha em fazer snorkel nas Galápagos. Ela está localizada na ilha Española entre as áreas mais valiosas do arquipélago do ponto de vista naturalista. Prova disso é a rica fauna que circunda a praia: além de inúmeras espécies de aves marinhas, falcões e pombas, ela é povoada por iguanas e outros répteis, como o grande lagarto de lava. Junto à variedade de espécies endêmicas (entre as quais se destaca o pássaro Hood mockingbird) a Ilha Española pode se orgulhar de uma das praias mais fascinantes de Galápagos, Gardner Bay cercada por pequenas ilhotas imersas em águas azul-turquesa. Você pode aproveitar o sol entre os apelos dos tentilhões de Darwin avistando a colônia de leões-marinhos que frequenta a praia: sem desdenhar, ocasionalmente, um mergulho com turistas. Mergulhar com snorkel aqui é uma experiência fantástica: explorando as ilhotas circundantes você encontrará peixes de todos os tipos e, mais raramente, tartarugas e tubarões.

Puerto Chino

Puerto Chino está, juntamente com a lagoa de El Junco, entre os principais pontos de interesse da ilha de San Cristobal. A lagoa é caracterizada por um habitat tropical único: é um lago construído dentro de uma cratera vulcânica e dá o pano de fundo a passeios encantadores entre uma infinidade de pássaros. A praia de Puerto Chino, por sua vez, está entre as mais encantadoras do arquipélago. Além dos gansos inevitáveis você pode admirar fragatas e pelicanos: o local é também muito popular entre os leões-marinhos e, com um pouco de sorte, você pode nadar com esses animais que se tornam surpreendentemente ágeis e divertidos na água. Para chegar a Puerto Chino é possível percorrer um caminho fácil que leva ao seu destino em cerca de um quarto de hora: atravessando a vegetação que emoldura a praia você pode admirar os famosos tentilhões de Galápagos entre os arbustos. Quando o mar está calmo, o mergulho com snorkel é uma excelente alternativa para relaxar na areia branca.

Cerro Brujo

Encerramos a revisão com Cerro Brujo, uma incrível praia de areia branca e macia localizada ao longo da costa norte de San Cristobal. A partir daqui, a vista é magnífica: é também possível avistar o chamado León Dormido, ou Kicker Rock, uma formação geológica muito particular. É uma grande rocha que lembra a forma de um leão-marinho adormecido. Kicker Rock é cortada em dois por uma fenda grande que permite a passagem de pequenas embarcações.

A magia da paisagem, a brancura da areia dos corais e a riqueza da flora e da fauna criam um contexto incrivelmente espetacular. A peculiaridade de Cerro Brujo, em particular, é dada pelo grande arco natural que incide na falésia e da grande cratera que se eleva acima do mar. Para admirar as formações rochosas que cercam a praia de perto, você pode optar por um "panga ride" ou uma excursão a bordo do "bote inflável" típico de Galápagos que permite alcançar até os desfiladeiros mais escondidos, incluindo os locais mais bonitos para um mergulho ou para uma pausa dedicada ao snorkel com o possível destino já mencionado de León Dormido, onde você pode mergulhar em águas profundas entre altas paredes verticais.

Parta para as Ilhas Galápagos com a Costa Cruzeiros

Difícil cochilar nas praias de Galápagos: a beleza é tal que nunca se deixaria de admirar a paisagem. Para a saborear intensamente você pode também se dedicar ao trekking caminhando pelas paisagens vulcânicas que caracterizam esse arquipélago mítico ou mergulhar na água com a máscara de snorkel e nadar entre tartarugas, pequenos tubarões e peixes multicoloridos. De mochila às costas ou imerso no mar turquesa a maravilha é servida.

Ao chegar aqui, você gostaria que as férias durassem para sempre para não perder nem um pedaço do paraíso na terra. Você sonha em admirar todas as ilhas do arquipélago, em desembarcar nos lugares mais selvagens de Galápagos e em relaxar em praias com um charme primordial? A solução está aqui: viva a emoção com um cruzeiro Costa!

Viaje com a Costa Cruzeiros