Há muitas ilhas e praias na Colômbia para visitar: Isla Grande, Isla Mucura, Isla San Andrés, Parque Nacional de Tayrona e muito mais.

Colômbia. Você conhece todas as maravilhas do país sul-americano? Aposto que não. Esse país não é famoso apenas pelas belas cidades do seu interior, mas também pelas ilhas e praias tão paradisíacas que tiram o fôlego. A Colômbia é onde fica um dos mais belos recifes de corais do mundo, um destino de visitantes de todos os países que, todos os anos, mal podem esperar para mergulhar e ver com seus próprios olhos os corais e as milhares de variedades de peixes que vivem no fundo do mar.

Nas muitas das ilhas localizadas no Oceano Atlântico e Pacífico que circundam a Colômbia, é muito difícil usar o telefone celular. Isso acontece porque esses são lugares que - apesar de serem muito populares entre os turistas - permaneceram praticamente intocados. Mas esta é precisamente a beleza de lugares como o Arquipélago de San Bernardo ou as praias do Parque Nacional Tayrona. Aqui os viajantes encontrarão relaxamento e tranquilidade, e conseguirão se desconectar após o estresse da vida diária em suas cidades de origem.

Você também precisa visitar um dos 46 parques naturais nacionais da Colômbia: estamos falando das Islas del Rosario, um dos lugares onde a biodiversidade é tão diversificada e rara, que precisa ser protegida, especialmente do turismo de massa. Milhares de visitantes viajam para a Colômbia de todo o mundo todos os anos, e esse arquipélago continua sendo um dos mais visitados. Ninguém fica indiferente ao seu charme e à beleza de suas paisagens. Você não acredita? Aqui estão as ilhas e praias imperdíveis desse magnífico país com mil anos de história.

Assim você poderá descobrir as praias da Colômbia que não pode perder:

  • Arquipélago de San Bernardo
  • Islas de Rosario
  • Península de Baru
  • Ilha de San Andrés
  • Taganga
  • Cabo de la Vela
  • Bahia Solano
  • Nuqui
  • Capurgana
  • Isla Grande
  • Isla Mucura
  • Ilha de Providencia

Arquipélago de San Bernardo

O paraíso tem nome e se chama Arquipélago de San Bernardo. Esse canto de beleza no meio do Mar do Caribe é uma coleção de nove ilhas de corais costeiras e uma ilha artificial pertencente e governada pela Colômbia, localizada no Golfo de Morrosquillo. Essas ilhas são: Cabruna, Ceycen, Mangle, Mucura, Palma, Panda, Santa Cruz del Islote, Tintipan e Maravilla. O que fazer no Arquipélago de San Bernardo? Vamos começar com o mais importante: desligue o celular. Não há sinal nas ilhas, então nem pense em usar o WhatsApp para conversar com amigos. A única coisa que você precisa fazer aqui é desfrutar da localização privilegiada no meio do Recife, sentar-se na areia branca e tomar banho nas magníficas águas cristalinas do Arquipélago. Uma das experiências mais bonitas para fazer? Snorkel no mar aberto.

Cada ilha tem uma característica diferente. Santa Cruz de Islote, por exemplo, é uma ilhota cheia de construções e casas, tanto que é a ilha mais densamente povoada do mundo, tão famosa que ainda entra no Livro dos Recordes Mundiais, o Guinness Book. Seus 1200 habitantes vivem em apenas 12.000 metros quadrados em casas coloridas construídas na ilha. É um lugar muito famoso, tema de estudos e protagonista de inúmeros documentários. Seus habitantes, de fato, vivem praticamente isolados do resto da Colômbia e raramente saem de Santa Cruz del Islote.

As águas ao redor do Arquipélago de San Bernardo são cheias de peixes e belas tartarugas marinhas, uma verdadeira surpresa ao nadar nas águas desse lugar paradisíaco. Desde 1996, o Arquipélago faz parte do Parque Nacional do Rosário, e é uma das mais belas reservas naturais da Colômbia

Islas del Rosario

Também conhecida como Corales Islas del Rosario, é um arquipélago localizado ao longo da costa da Colômbia, a cerca de 100 quilômetros de Cartagena. As ilhas que o compõem são de incrível beleza: poucos conseguem não arregalar os olhos diante da grandeza do recife de coral e da paisagem intocada que domina esse pedaço de mar. As Ilhas do Rosario são um dos 46 parques nacionais naturais da Colômbia: o local foi fundado em 1988 para proteger um dos recifes de corais mais importantes da costa caribenha da Colômbia. As ilhas podem ser visitadas por viajantes e turistas: passeios especiais são planejados para fazer as pessoas desfrutarem do aquário e do oceanário em mar aberto. Há também atividades para entusiastas do esporte, como snorkel e pesca.

O arquipélago das Islas del Rosario é composto por 23 ilhas, baías e ilhotas relativamente jovens desde que se formaram há menos de 5.000 anos. É um lugar mágico com areias brancas, águas cristalinas e paisagens na maior parte intocadas que parecem ter saído de um sonho. Nenhuma foto ou cartão postal pode fazer jus à beleza desse arquipélago, coberto com a vegetação exuberante do Caribe e cercado por águas transparentes com tons de roxo (devido ao recife de corais) a azul turquesa.

Península de Baru

A Península de Baru faz parte das Islas del Rosario: aqui estão as praias mais bonitas e visitadas do sul de Cartagena, uma verdadeira atração para milhares de visitantes todos os anos. Uma menção especial vai para Playa Blanca, considerada a praia mais bonita de toda a Colômbia: esse maravilhoso trecho de areia pode ser alcançado de barco. Sua principal característica são as extensões de areia branca e águas transparentes. Na área há manguezais esplêndidos e o recife é visível a olho nu. Nessa península há pequenas cidades semelhantes a aldeias antigas: um mergulho no passado que nos fala sobre eras históricas distantes, quando as pessoas viviam do que o mar e os campos ofereciam, sem tecnologia e simplesmente vivendo em comunidades. Não é por acaso que na península de Baru vivem algumas poucas pessoas, cerca de dez mil.

O que fazer na Península de Baru? Certamente passar pelo menos algumas horas na Playa Blanca, a praia mais bonita da Colômbia. Recomendamos que você chegue antes do meio-dia ou depois das 15h para evitar as multidões que inevitavelmente, em algum momento, enchem a ilha. O que você precisa? Roupa de banho, toalha, protetor solar, óculos escuros e um bom livro para relaxar ouvindo o som das ondas. Ao redor da praia há muitos lugares para beber ou comer, mas é aconselhável trazer dinheiro, uma vez que nem todos os locais em Playa Blanca aceitam cartão.

Outra atividade imperdível na Península de Baru é o Snorkel: você não quer ir embora desse lugar mágico sem ver o recife? Equipe-se com máscara, pé-de-pato e bocal, pois se esse trecho do mar foi proclamado parque nacional, há definitivamente uma razão para isso.

Você ama animais? Há uma atração pouco conhecida na Península de Baru, que é o Aviário Nacional da Colômbia. É um santuário que abriga uma grande variedade de aves: aqui você pode ver flamingos, pavões, araras, condores. Esses animais ficam em recintos gigantes projetados especificamente para recriar os habitats nativos das aves.

Isla San Andrés

Bem-vindo à Isla San Andrès, a ilha da Colômbia onde é verão durante todo o ano. Calor, palmeiras, areia branca, corais, peixinhos dourados, mar que vai do transparente, ao verde água, passando pelo azul turquesa, com uma temperatura tão agradável que você pode ficar horas ali. San Andrés é a capital de um arquipélago que inclui duas outras ilhas: Providencia e Santa Catalina. Devido à sua beleza, a ilha de San Andres é uma das mais visitadas pelos turistas do mundo. No entanto, apesar do turismo de massa, San Andrés manteve a identidade, continuou com orgulho das raízes nativas, ou seja, descendentes de imigrantes africanos escravizados por colonos ingleses que viviam no arquipélago entre os séculos XVII e XVIII.

A ilha de San Andrés pode ser visitada por meio de inúmeros passeios oferecidos pelas agências locais, ou de forma independente, talvez alugando as características chivas coloridas. Há vários locais obrigatórios para desfrutar de sua beleza: os bairros de San Luis e La Loma, onde foram estabelecidos os primeiros assentamentos. Subindo para La Loma, logo você vai chegar ao ponto mais alto da ilha, a 120 metros acima do nível do mar, de onde você pode ver a bela gradação de cores da água. Nesse ponto, na verdade, podem chegar a até sete tonalidades diferentes.

Em San Andrés, crescem os manguezais, árvores que nascem na água salgada e formam belas florestas: para vê-los melhor, você pode aproveitar os inúmeros passeios de caiaque organizados especialmente para os turistas, uma atração imperdível se você decidir visitar a ilha.

O mar de San Andrès é cheio de enseadas. Algumas dessas pequenas ilhas ficam a uma curta distância da costa, enquanto outras valem uma viagem de barco. Muitas dessas ilhotas são povoadas por iguanas e beija-flores, e são caracterizadas por praias paradisíacas, palmeiras e bebidas servidas em cocos. Por conta da sua beleza, esses são, obviamente, lugares muito movimentados, mas que precisam ser vistos. O recife de San Andrés é o lar de milhares de peixes de diferentes formas e cores, além de ouriços, estrelas do mar e anêmonas.

Taganga

Taganga é uma pequena vila de pescadores localizada em uma bela baía perto de Santa Marta. Se você é um mochileiro, essa área do Caribe colombiano é para você. Taganga é a melhor escolha para aqueles que preferem as praias tranquilas e naturais, longe da aglomeração típica de pontos turísticos. Também fica perto do Parque de Tayrona e é um lugar ideal para fazer belos passeios de barco.

A praia de Taganga está localizada em um bela baía, muito cenográfica e cercada por pequenas montanhas. Apesar da magia da paisagem, a cidade é muito pobre, com muitos barracos, ruas não pavimentadas cheias de terra ao longo das quais vagam muitos cães vira-latas. Apesar disso, é um dos destinos favoritos para quem quer conhecer as diferentes almas da Colômbia, que não é apenas o Caribe e o recife, mas também a vida rural e a falta de infraestrutura. Por outro lado, o passeio é muito agradável, o ambiente é tranquilo e descontraído e a área com as praias está cheia de restaurantes e lugares para relaxar bebendo em paz.

Além da praia de Taganga, outra praia bem conhecida é a Playa Grande, com areias brancas e águas cristalinas. É uma área muito popular entre os viajantes, que querem passar um dia relaxando à beira-mar, mas também visitar a cidade pesqueira que fica ao redor das pequenas baías.

Cabo de la Vela

No distante norte da Colômbia, há um lugar onde o mar e o deserto se encontram para criar paisagens nunca antes vistas: é a área de La Guajira. O caminho para esse lugar não é fácil, e é um pouco desafiador, já que você precisa atravessar o deserto, então certifique-se de fazê-lo com um veículo apropriado para que você não fique preso nas dunas. Ao ir para a praia de Cabo de la Vela, você vai encontrar em seu caminho poucas casas onde residem os moradores locais. Essas são casas isoladas, que podem ficar a diversos quilômetros de distância umas das outras.

Cabo de la Vela é uma cidade pequena, com acesso limitado à água potável e eletricidade. Ironicamente, o que nos parece ser uma grande limitação para o bem-estar da vida cotidiana, não impediu que a paisagem mantivesse o seu charme. A praia de Cabo de la Vela é muito especial: há muito vento, mas o mar é calmo. Tanto é que esse é o lugar favorito para kitesurfers. Mas há muitas praias para visitar nesse lugar. Você não pode ir embora dessa parte da Colômbia sem ver as magníficas dunas de areia que atravessam o deserto e depois caem direto no mar.

Arcoiris é uma das mais belas de Cabo de la Vela. Seu nome se deve às cores espetaculares ao pôr do sol e ela caracterizada pelas águas azuis e pela colina que suavemente desce para o mar. Muito semelhante também é Pilon de Azucar, que parece ser o encontro entre dois planetas: Marte, com o solo de cor vermelha, e a Terra com suas águas azuis. Aqui você pode encontrar bancas onde os moradores vendem produtos colombianos característicos, como Mochilas, ou seja, bolsas artesanais típicas das comunidades indígenas.

Bahia Solano

Florestas tropicais, montanhas e praias paradisíacas ao lado de cidades coloniais extraordinárias: a Colômbia tem um paisagem tão variada que consegue agradar qualquer tipo de viajante. É um país ainda pouco conhecido e onde os turistas - embora haja muitos - ainda não são tantos quanto em outras partes do mundo. Isso ocorre porque as pessoas muitas vezes têm uma ideia errada da Colômbia e a consideram um país muito perigoso, onde não se deve ir. Mas esse não é o caso. Ainda que em algumas áreas você obviamente precisa que prestar atenção (como em qualquer cidade do mundo), em outras, a única coisa que você tem a fazer é colocar sua roupa de banho e relaxar com o som das ondas. Você não quer se privar do prazer de ver um dos maiores recifes de corais do mundo, não é?

A Bahia Solano é um paraíso que combina mar e selva. É onde fica o Parque Nacional de Utria, um destino para milhares de visitantes a cada ano. A aldeia mais importante é Mutis: embora não tenha uma praia de verdade, você não pode deixar de fazer um passeio por essa pequena e distinta cidade. A segunda aldeia mais importante da Bahia Solano é El Valle, onde uma das praias mais bonitas do mundo está localizada: a praia de Almejal, com seus vários quilômetros de areia preta macia. Não é por acaso que a maioria dos hotéis da Bahia Solano estão localizados aqui, especialmente porque El Valle também é um bom ponto de partida para visitar o Parque Nacional da Utria. Durante a temporada de baleias, a Praia de Almejal é um bom ponto de vista para ver esses gigantes do mar de perto, embora você precise de binóculos para identificá-los. Vê-los, pelo menos uma vez na vida, é uma experiência única no mundo.

Outra praia muito bonita da Bahia Solano é Huina. Ao contrário de Almejal, sua areia é dourada, um tom que contrasta perfeitamente com a vegetação do lugar. Não é muito grande, por isso é o lugar perfeito para passar um dia em completo relaxamento e tranquilidade. A praia de Huina é o lugar perfeito para fazer snorkel, especialmente quando a maré está baixa. É também um lugar perfeito para as crianças, já que há muitos peixes e corais perto da costa.

Além das baleias, na Bahia Solano também é possível avistar Golfinhos. Para ver esses belos animais, você pode aproveitar as inúmeras visitas guiadas organizadas pelos hotéis e agências locais.

Nuquí

Quando você chegar em Nuquí, esqueça o seu telefone. Essa região faz parte da área do Pacífico colombiano: a rede celular funciona muito raramente, e os hotéis nem sempre têm wi-fi. Ir a Nuquí significa voltar às origens e se entregar a um lugar onde a tecnologia ainda não chegou completamente. Significa limpar sua mente, relaxar e deixar-se levar pelo descanso e tranquilidade. Muitos viajantes vêm aqui por muitas razões: pesca, surf, ver baleias. Assim como outras partes da Colômbia, Nuquí também é famosa pelas baleias.

No Pacífico há uma magia diferente da do Caribe colombiano. Embora sua areia não seja branca e seu mar não seja de sete cores, ver a imensidão da selva confundida com o início das praias é algo que não se pode descrever em palavras. Claro, como Nuquí é muito bonita e selvagem, é aconselhável trazer dinheiro para pagar, uma vez que não se aceitam cartões no meio da selva.

As ondas que batem no recife de corais de Nuquí são enormes, variando de três a seis metros de altura. É por isso que é um dos destinos mais populares entre os surfistas. Nuquí é definitivamente o destino ideal para aqueles que querem fugir da rotina, que não têm medo de ficar sem a internet por um dia inteiro, e que só querem ver a beleza da natureza, sua selva intocada e suas águas azuis com ondas altas de vários metros. É um lugar perfeito para recarregar suas baterias e escapar do estresse da vida urbana, muitas vezes caótica e uma fonte de stress que nunca faz morada em Nuquí.

Capurgana

Se você quiser ter uma experiência selvagem e fora do circuito de turismo, Capurgana é a escolha ideal. Localizada na fronteira entre a Colômbia e o Panamá, na bela região de Choco, essa pequena aldeia na selva oferece algumas das melhores paisagens dominadas por areia branca e águas cristalinas na Colômbia. A principal praia de Capurgana é Soledad, uma maravilhosa enseada de areia branca e água azul-turquesa. Ao redor, a selva cresce selvagem e exuberante, enquanto as águas do mar são perfeitas para snorkel, pois aqui vivem milhares de peixes de diferentes formas e cores. O recife de capurgana é muito famoso, especialmente porque é um dos mais intocados do mundo. 

Isla Grande

Isla Grande é - o nome já diz - a maior ilha do arquipélago de Rosário. É cortada por uma única estrada não pavimentada, e você pode visitá-la alugando bicicletas das várias lojas que recebem turistas na região. A única coisa: leve um grande estoque de água para passar o dia. É linda também a floresta de mangue que cresce na ilha, bem como suas praias imaculadas e suas águas cristalinas, que se tornam ainda mais bonitas e evocativas por causa do recife de coral que cresce e vive no solo do mar.

A praia de Bonita é a mais famosa de Isla Grande, com sua bela extensão de areia branca e águas azuis. Outro lugar imperdível é conhecido como "Lagoa Encantada". É uma lagoa bioluminescente cheia de fitoplâncton que dá a impressão de ser um corpo de água luminoso. Não há sinais ao longo do caminho e é muito fácil se perder: é aconselhável visitá-lo em um grupo ou levar um mapa consigo.

Isla Mucura

A Isla Mucura faz parte do Arquipélago de San Bernardo, e suas praias estão entre as mais belas do mundo. É uma ilha relativamente pequena, conhecida por sua hospitalidade e tranquilidade. As praias têm areias brancas, cheias de cabanas cobertas de palha e coqueiros balançando. As águas azul-turquesa, um prazer para os nadadores, são cristalinas, calmas e quentes e o pôr do sol é de tirar o fôlego. A área faz parte de um parque marinho de vida selvagem e talvez um dos melhores lugares do mundo para mergulho. É um lugar perfeito para viajantes que querem tranquilidade, mas também para aqueles que preferem aproveitar as férias fazendo esportes: na ilha de Mucura, na verdade, você pode fazer várias atividades, incluindo windsurf, caiaque, snorkel, vôlei e tênis.

As surpresas, no entanto, não terminam por aí, porque a ilha de Mucura é viva também à noite. A partir daqui, na verdade, os barcos saem para as proximidades Tintipan, onde você pode ver as águas ricas em plâncton brilhante. A ilha de Mucura está localizada a 80 quilômetros ao sul de Cartagena, a quinta maior cidade da Colômbia, e só pode ser alcançada de barco. É um dos lugares imperdíveis e é uma experiência verdadeiramente fora do comum. 

Isla de Providencia

A Isla de Providencia faz parte do arquipélago formado por San Andrés, Providencia e Santa Catalina. Apesar de ser um lugar popular e amado pelos turistas, muitas pessoas desistem de chegar lá porque não é algo exatamente fácil e barato. Mas aqueles que conseguem chegar precisam estar preparados para viver uma das experiências mais bonitas que a vida reserva para eles. Os habitantes da ilha falam uma língua muito difícil, o Sanandresan, incompreensível para os turistas. Mas não tenha medo: a maioria deles também fala espanhol e inglês, e você pode se comunicar sem problemas.

Comunicar-se na Colômbia, na verdade, é fácil. Muitas pessoas, apesar de falar o idioma local incompreensível para quem vem de fora, sabem falar inglês e, claro, espanhol. Sem mencionar que estamos falando de populações muito hospitaleiras que, por viverem do turismo, estão sempre muito interessadas em fazer o viajante viver uma experiência única e inesquecível. A Colômbia é um país para todos, especialmente para quem tem um espírito aventureiro e adora desafios. Há um desafio para cada um: tanto para quem, com uma mochila nas costas, quer descobrir a história desse lugar maravilhoso, quanto para quem quer deitar ao sol em um lugar que parece saído direto do paraíso de Dante.

A ilha de Providencia é muito pequena, apenas sete quilômetros de comprimento e quatro quilômetros de largura. Uma de suas características mais interessantes é o terreno rochoso vulcânico, que a tornam especial. Como é muito pequena, pode ser visitada em um dia alugando uma bicicleta. O recife na Isla de Providencia tem 33 quilômetros de comprimento e é um dos maiores do mundo, tornando-se assim um ótimo lugar para mergulho e snorkel. Tem uma fauna muito diversificada, e você pode ver tubarões, peixes-palhaço, tartarugas, arraias.

A ilha de Providencia é a parte central da área marinha protegida pelaUnesco: sua reserva, de fato, representa 10% de todo o Mar do Caribe, que contém grande parte da biodiversidade marinha do mundo. Mais uma razão para pegar suas malas e visitar a Ilha de Providência.

Viaje para a Colômbia com a Costa Cruzeiros

 

Aproveite um Cruzeiro Costa para admirar as mais belas ilhas e praias da Colômbia, como o Arquipélago de San Bernardo e as Islas del Rosario. Paisagens naturais de tirar o fôlego, praias brancas, águas cristalinas e muita diversão esperam por você!

Procure seu próximo cruzeiro