A Austrália, um lugar inusitado, um dos poucos países do mundo com dimensões continentais e tão grande quanto suas terras. Cada pedaço de cada região do país parece vibrar com autenticidade e a Ilha da Tasmânia e sua capital, Hobart, não são diferentes.

A Tasmânia é o menor dos estados australianos e o único situado fora do continente, além de ter sido uma região de urbanização mais lenta. Por esses e outros motivos os tasmanianos costumavam ser o alvo de piadas dos seus conterrâneos. Entretanto, nas últimas décadas houve uma espécie de renascimento na região, que começou a experiência uma forte expansão cultural e turística.

Um dos pontos mais marcantes dessa reviravolta na Tasmânia veio em 2011 com a criação do Mona, o Museum of Old and New Art, na capital Hobart. O Mona se tornou rapidamente um dos destinos culturais mais importantes da Austrália, atraindo turistas domésticos e também de outros países.

Outro fator importante foi a introdução de uma série de vinícolas, algumas inclusive de bastante prestígio, como a Moorilla Estate, situada a 12km do centro de Hobart. E falando no centro de Hobart, é preciso dar um destaque para a sua arquitetura. Prédios muito bem conservados, ainda remanescentes do período Colonial, erguidos nos séculos XVIII e XIX, contrastam fortemente com as edificações contemporâneas da capital, nos levando em uma viagem pelo tempo. 

Entre as coisas a não perder na Tasmania estão:

Hobart

A Tasmânia não é a prioridade de pessoas que visitam a Austrália, e muito pouca gente sabe que Hobart é sua pequena capital.

Mas ao longo dos anos a coisa tem mudado. Nos últimos anos, Hobart cresceu e tem se tornado cada vez mais procurado. E não é por menos: gastronomia, natureza, história… Hobart tem uma personalidade muito forte que atende a todos os gostos. E mais: por estar muito mais ao sul e por ser uma ilha isolada do continente principal, a Tasmânia tem sua própria fauna.

Fizemos uma pequena seleção do que você não pode deixar de visitar por lá.

Port Arthur

Port Arthur é um dos símbolos mais fortes da história da Tasmânia. O local inicia sua construção em 1830, dando lugar a prisão de segurança máxima da cidade. lar de uma das colônias penais mais famosas dos Sítios das Colônias Penais Australianas listados pela UNESCO, uma história sombria se desenrola à medida que você aprende sobre as condições notoriamente severas para os enviados para cá, os cães ferozes que guardavam a única saída terrestre e os tubarões que ameaçavam aqueles que se atrevessem tentar escapar pelo mar.

O complexo possui mais de 30 prédios.

O mais bizarro é visitar o local e pensar que mais de 12.500 condenados cumpriram pena em Port Arthur. Hoje a história aqui é outra, um lugar super agradável com mais de 40 hectares de jardins belíssimos. O ingresso para visitar o local é válido por dois dias, pois conta com excursão guiada, museu, cruzeiro non porto, galeria e centro de estudos. Caso esteja disposto a pagar uma pequena taxa adicional, você poderá ter a experiência de fazer um cruzeiro até a Ilha dos Mortos, local que abriga o cemitério de Port Arthur.

Freycinet National Park - Parque Nacional de Freycinet

Um dos locais favoritos de quem viaja à Tasmânia. O parque fica no sudeste da ilha, tem floresta, cachoeira e abriga uma das 10 melhores praias do mundo. Reserve pelo menos dois dias para curtir a energia do Freycinet e, se puder,acampar no local melhor ainda. O Freycinet National Park fica a cerca de 90 quilômetros de St. Helens e a 170 de Hobart. A entrada custa 24 dólares australianos por veículo,com até oito passageiros e você precisa reservar um spot no camping dentro do parque via e-mail ou telefone.O camping na área interna do Freycinet National Park tem espaços bem reservados, cercados por árvores e com acesso privado para Coles Bay. É certo que não tem água quente nos chuveiros e o chão é muito duro para colocar os pinos da barraca, mas a paisagem é inesquecível. O cair da noite, o céu estrelado, a água do mar e as montanhas emoldurando tudo isso, uma sensação de liberdade inesquecível.

Parque Nacional da Tasmania

O parque é o lar de uma grande variedade de animais marinhos e terrestres, incluindo gambás, focas australianas, pinguins, golfinhos e baleias migratórias. É também o lar do papagaio veloz em extinção e de muitos pássaros que vivem na floresta. Águias de cauda em cunha ameaçadas de extinção e águias marinhas também podem ser vistas acima. Muito famoso por  suas altas falésias e formações rochosas monumentais, o Parque Nacional da Tasmânia é uma área de beleza dramática e diversidade natural. O parque está situado na íngreme Península da Tasmânia e contém um ambiente costeiro espetacular, incluindo penhascos de dolerito de 300 metros de altura.

Muitas formações rochosas impressionantes ao longo da costa são facilmente acessadas de carro, incluindo Tasman Arch e The Blowhole, duas das atrações mais visitadas da Tasmânia, bem como Waterfall Bay, Remarkable Cave e Tessellated Pavement.Excelentes vistas também podem ser encontradas nas muitas caminhadas pela mata do parque. Mesmo um passeio de apenas uma ou duas horas o levará à beira de precipícios íngremes com vista para profundos abismos, oceano em alta, ilhas offshore, praias de areia branca e uma cachoeira que desce por um penhasco íngreme no mar.

Salamanca Place

São diversas lojas com sete armazéns históricos ocupados por organizações culturais, artistas, designers, artesãos, empresas cinematográficas, galerias e inquilinos comerciais na cidade de Hobart.

Salamanca Place está localizado no extremo norte do subúrbio de Battery Point, além das diversas lojas as pessoas também vêm para comer e passear nos famosos mercados de Salamanca.

A área corre paralela à costa sul da Sullivans Cove, com a Castray Esplanade a única rua que a separa da água. Originalmente chamado de Cottage Green, foi renomeado em homenagem à vitória do Duque de Wellington na Batalha de Salamanca, na Espanha, durante as Guerras Napoleônicas.

Grande parte da área de Salamanca foi construída em um terreno que foi recuperado na década de 1830 com a ajuda de mão-de-obra de presidiários. Um lugar cheio de história e com muita arte e gastronomia a ser vista e degustada. Aos finais de semana ocorre a salamanca Market uma feira super local onde voce pode ver o artesanato local, roupas e etc. 

Bruny Island - Ilha Bruny

Bruny Island é uma pequena ilha, localizada na costa sudoesta da Tasmânia. Se bem que Bruny não é tão pequena assim, seu comprimento alcança setenta quilômetros. Ligada ao continente por ferry, tem um formato bem estranho: parece ser formada por duas ilhas distintas, ligadas por um istmo, batizado simplesmente de “The Neck”.

“The Neck” é também um ponto de reprodução da menor espécie de pinguins do mundo, conhecidos como pinguins-fadas, somente encontrados no sul da Austrália e na Nova Zelândia. Os pinguins montam suas tocas nas dunas de areia do istmo. Eles aparecem em Bruny Island de outubro a fevereiro e a melhor hora para vê-los é no pôr do sol. Não existem núcleos urbanos significativos em Bruny Island e a natureza está bem conservada. Cada um dos dois pedaços da ilha tem uma aparência diferente, com North Bruny coberta de pastagens e South Bruny bem mais montanhosa e selvagem, com florestas de eucaliptos. Uma característica da ilha são lojas ou restaurantes espalhados por toda a sua extensão, cada uma com sua especialidade, um tour muito bacana a ser feito e o tour gourmet parando em todos esses locais com direito a prova dos petiscos, variando de queijos a chocolates e ostras. O Tour se alterna com visitas às atrações naturais da ilha.

Parque Nacional Cradle Mountain-Lago de Santa Clara

O Parque Nacional Cradle Mountain e o Lago de Santa Clara estão localizados no meio da ilha da Tasmânia e são facilmente acessíveis a partir das duas principais cidades da ilha, Hobart e Launceston. Existem dois pontos principais de acesso ao parque: a entrada norte, na cidade de Sheffield, a cerca de 1,5 horas de carro de Launceston. A entrada sul fica em Derwent Bridge, no Parque Nacional do Lago de Santa Clara, a 2,5 horas de carro a oeste de Hobart.

É indiscutivelmente a jóia da área do Patrimônio Mundial da Natureza Selvagem da Tasmânia e, inegavelmente, um dos mais belos parques nacionais da Austrália. Dos picos irregulares da Cradle Mountain às águas espelhadas do Crater Lake, esta é uma experiência selvagem que ficará com você para o resto da vida.Imperdível e  a vista dos lagos Dove e Crater do topo da Cradle Mountain

Bay of Fires - Baía incendiada

A Bay of Fires é conhecida em todo o mundo por seus extraordinários mares de um azul claro, praias de um branco brilhante e impressionantes rochas envoltas em líquen laranja. Inspirando um adjetivo de pessoas que aqui chegam, é um dos destinos de férias incríveis cheio de surpresas do que se possa imaginar.

O litoral da Bay of Fires se estende por 50 km de Binalong Bay, no Sul, até Eddystone Point, no norte. Pegue a Great Eastern Drive até St Helens e siga as placas para chegar a esta parte incrivelmente bela da Costa Leste. Considere algum tempo aqui, porque é realmente incrível. Explore as vastas praias de areia branca e mar azul-turquesa entre Anson 's Bay e Eddystone Point ou descubra as muitas praias como Gardens, Jeanneret, Swingart e Cozy Corner.

Monte Wellington

O Monte Wellington é uma experiência incrível a apenas 20 minutos de carro de Hobart e é muito amada pelos habitantes locais.

A viagem de 21 km até o cume passa pela floresta tropical temperada até a flora subalpina e formações rochosas glaciais, terminando em vistas panorâmicas de Hobart, Ilha Bruny, South Arm e a Península Tasman.

Nenhuma outra cidade na Austrália tem uma vista tão maravilhosa como esta. O centro de interpretação no topo protege você dos ventos fortes, enquanto uma plataforma de observação aberta no lado oeste do estacionamento dá para a Área Selvagem do Patrimônio Mundial além.

Há churrasqueiras, instalações para piquenique e trilhas para caminhada na mata para todos os níveis de aptidão. As atividades de montanha também incluem trilhas a pé e rapel.

Não existem taxas de entrada ao parque e não há horário de abertura ou fechamento.

Super recomendado também ir ao Pinnacle no cume que está aberto ao público durante os meses de verão (horário de verão) das 8h às 20h e durante o inverno das 8h às 16h30.

Three Capes Track - Trilha dos Três Cabos

A Trilha dos Três Cabos abrange áreas espetaculares do litoral no sudeste da Tasmânia, dentro do Parque Nacional da Tasmânia. O Parque Nacional da Tasmânia está localizado a cerca de 90 minutos da capital da Tasmânia, no extremo sul da Península da Tasmânia. A região é conhecida pelas suas belezas naturais, falésias oceânicas e vistas, sendo que a trilha dos três cabos foi pensada para capitalizar estes fatores e proporcionar uma experiência que vai realmente causar impacto. 

A Trilha dos Três Cabos está localizada no extremo sul da Península da Tasmânia. Caminhar pela Trilha dos Três Cabos deve ser um item da lista de desejos. Se você gosta de aventura e natureza selvagem, você realmente se sentirá em casa aqui.

Descubra todo o mundo em cruzeiros com a Costa

Já imaginou conhecer todos esses locais de forma única e inusitada? Com a Costa Cruzeiros isso é absolutamente possível, ir a um lugar tão longe mas com a segurança de estar dentro de um Cruzeiro incrível?