Bem-vindo a Guadalupe, a encantadora ilha das Antilhas ainda hoje sob a jurisdição da França. Muitos viajantes experientes a consideram o segredo mais bem guardado do Caribe e não podíamos concordar mais!

Praias como você nunca as viu, exceto em um cartão postal, uma costa extraordinária feita de águas azul-turquesa, vegetação exuberante e tranquilidade. O turismo de massa é orientado para outros lugares e você pode ir a Guadalupe a qualquer momento do ano para experimentar a beleza do Caribe sem ter que se preocupar com a multidão de pessoas. Mergulhe em um mar quente e cristalino ou simplesmente aproveite o sol em suas maravilhosas praias.

Entre as muitas razões para visitar Guadalupe, não podemos deixar de mencionar a comida. No dia em que você desembarcar, certifique-se de tomar um café da manhã leve e se prepare para os sabores irresistíveis da culinária crioula que é fortalecida aqui com o poder dos ingredientes da ilha. Açafrão, maracujá e muitos outros sabores locais: você se apaixonará pelo accras et sauce chien, uma panqueca servida em uma sopa feita com vinagre, cenoura, cebola, pimentão e muito mais. Sem mencionar peixes e mariscos, cozidos com uma atenção meticulosa que realça seus aromas irresistíveis.

Se a cultura de um país distante se conhece mesmo com um garfo, suas tradições certamente podem ser descobertas também por métodos mais canônicos, como a clássica excursão pelas ruas do centro ou fora da cidade. Guadalupe, como outras ilhas do Caribe, preserva a maioria das plantações que antes eram cultivadas por escravos e possui museus que podem fornecer uma visão clara e simples da história desta ilha verdadeiramente mágica.

Vamos ver quais são as 18 coisas para ver em Guadalupe na esperança de poder ajudá-lo a estabelecer um itinerário claro durante a sua estadia aqui.

Cachoeiras de Carbet

De todas as atrações naturais da ilha de Guadalupe, certamente o Parque Nacional com as cachoeiras de Carbet (em francês, les chutes du Carbet) é o mais popular e amado pelos turistas. Estamos falando de sua principal atração: três complexos de cachoeiras espetaculares imersas na selva que mergulham de cabeça no rio Carbet. O espetáculo imaculado cercado por vegetação está localizado na área de Basse Terre. As duas primeiras cachoeiras ultrapassam os 110 metros de altura cada, enquanto a segunda não ultrapassa os 20. Elas são altas, belas e muito características porque também podem ser admiradas pela vegetação densa que circunda a área e pelo mar. O primeiro a registrar ter admirado esse espetáculo foi Cristóvão Colombo que, em 1493, as observou da ponte de sua caravela.

O caminho é facilmente atravessado, a maior parte a pé. A entrada no parque exige uma pequena taxa de entrada mas valerá a pena cada minuto de sua estadia.

Domaine de Valombreuse

 

Entre o mar e as montanhas, na área de Petit-Bourg, fica Domaine de Valombreuse, um paraíso verdejante de quase cinco hectares considerado, sem dúvida, o maior jardim de flores da ilha de Guadalupe. Este é o destino perfeito para todos os amantes de viagens que desejam mergulhar na vegetação e na grande quantidade de flora que só pode ser encontrada no Caribe. As plantas tropicais que proliferam aqui são um espetáculo digno de sua câmera.

Venha admirar as estufas cheias de orquídeas e samambaias, os jardins mágicos que transbordam de ervas medicinais, palmeiras e flores encantadas. Este feliz prado verde abriga quase 28 espécies de aves, algumas das quais só podem ser admiradas na ilha. Tomemos, por exemplo, o pica-pau de Guadalupe ou o rouxinol com chumbo.

Parque Nacional de Guadalupe

Localizado na área de Basse-Terre, o Parque Nacional de Guadalupe foi fundado em 1989 e é considerado o primeiro parque nacional francês jamais fundado no exterior. Seu objetivo é preservar a beleza natural das Antilhas e sua grande biodiversidade, tanto marinha quanto terrestre. O parque ocupa cerca de 22 mil hectares e abriga alguns dos mais belos pontos de interesse da ilha. Pense nas Cachoeiras de Carbet, mas também no famoso vulcão La Soufrière, o pico mais alto das Pequenas Antilhas, ou a reserva natural de Grand Cul-de-Sac-Marin.

Cascade aux Écrevisses

As maravilhosas Cascades aux Écrevisses são pequenas mas cheias de beleza. Uma excursão organizada pela Costa o levará diretamente ao seu destino, acessível através de uma curta caminhada. Seu nome deriva do fato de que antigamente suas águas eram habitadas por uma espécie de camarão vermelho. Ao redor da cachoeira, a selva: linda, verdejante e cheia de flores e plantas para ser admirada de perto e desfrutar em pleno do charme de Guadalupe.

Reserva Grand Cul-de-Sac Marin

Esta maravilhosa reserva está localizada entre Basse-Terre e Grande-Terre e protege cerca de 15 mil hectares de florestas, manguezais, pântanos, pastagens e vegetação sem limites. Aqui na Reserva Grand Cul-De-Sac Marin você pode, não apenas entrar em contato com maravilhosas espécies animais, mas sobretudo, peixes, crustáceos e moluscos. Um recife de coral de mais de 39 quilômetros protege a baía das ondas do mar e garante que o habitat perfeito seja criado para hospedar aves de todas as espécies e raridades. Venha aqui se você gosta de observar pássaros ou está procurando uma oportunidade de deixar a vida mundana para trás e entrar em contato com a natureza imaculada.

Parc des Mamelles

Se você está procurando uma diversão adequada para toda a família, incluindo crianças, deve ir ao Parc des Mamelles, em Guadalupe. Este magnífico zoológico panorâmico oferece uma vista da fauna e flora da floresta tropical local. Além de mergulhar na natureza, preservada pelos especialistas do parque, você poderá admirar espécies fabulosas nativas do Caribe ou da Guiana. Macacos-aranha, iguanas, ocelot, papagaios coloridos e até um belo exemplar de onça. O Parc des Mamelles é uma experiência educacional que permite observar de perto as técnicas de conservação do ecossistema local.

Rivière Salée

 

O rio salgado é um riacho estreito na ilha de Guadalupe. O fato de não ser acessível a todos os tipos de barcos, mas apenas aos menores, o torna ainda mais especial. Venha aqui para experimentar o encanto de um curso aquático para verdadeiros especialistas em navegação que devem levar em consideração a presença de águas rasas, gargalos e correntes de profundidade. O canal separa Grande-Terre e Basse-Terre, as duas principais ilhas do arquipélago de Guadalupe.

Pigeon Island

Também conhecida pelo nome de "Réserve Cousteau", Pigeon Island é composta por duas pequenas ilhotas que se erguem não muito longe de Bouillante, na parte ocidental de Guadalupe. Esta área protegida faz parte do Parque Nacional da ilha desde 2009 e é acessível apenas por mar. No entanto, a área abriga, para quem é empreendedor o suficiente para a visitar, uma grande concentração de vida marinha espetacular. De formações de corais a peixes tropicais que vivem nesta área, como peixes papagaio, o peixe anjo ou o peixe borboleta, seus mergulhos terão uma conotação única.

Muitos operadores turísticos locais organizam excursões a Pigeon Island para praticar snorkeling ou mergulho. Dependendo do ponto de acesso, você pode admirar locais diferentes e vistas únicas da paisagem. Aconselhamo-lo a partir do Coral Garden, a área que de todas é considerada a mais bonita.

Îlet du Gosier

Em frente à praia de Datcha surge a bela e pequena ilha de Gosier. Este pequeno paraíso que emerge do mar é facilmente acessível de balsa pela praia de Tabarin, mas com um pouco de treinamento, você só precisa pegar no caiaque ou nadar até aqui. Traga nadadeiras e bocal com você e mergulhe na beleza imaculada de um mar que tem muito para oferecer em termos de biodiversidade. Desde 2003, a ilha está sob a proteção do Coservatoire du Littoral, a fim de garantir seu bem-estar.

Castle Point

Castle Point, também conhecida pelo nome de Pointe des Châteaux, se estende até ao Oceano Atlântico a partir da costa leste de Grand-Terre. Esta área peninsular oferece uma vista especial da ilha conhecida como La Désirade e é famosa por suas formações rochosas peculiares que a tornam  simplesmente linda. Tudo isso é enriquecido pela presença de uma fabulosa flora e fauna endêmica única da ilha.

A cruz que fica no pico de Castle Point remonta a 1951, mas foi mais tarde substituída por uma versão muito maior da anterior para que pudesse ser vista de toda a ilha.

Sainte-Anne

De todas as cidades de Guadalupe, Sainte-Anne, em Grande-Terre, é certamente a mais procurada pelos turistas. Restaurantes e bares abertos dia e noite, praias de cartão postal sombreadas por palmeiras e areia imaculada que desce suavemente pelas águas cristalinas do mar. Este é o local para onde você deve ir se estiver procurando um paraíso turístico bem organizado onde poderá passar longas horas na ilha relaxando sob um sol que lhe garantirá o bronzeado mais bonito do escritório depois de voltar para casa.

Îlet Blanc

 

De todas as ilhas que surgem ao redor do arquipélago de Guadalupe, Îlet Blanc é provavelmente a mais recente, nascida dos deslizamentos de terra causados pelo furacão Hugo. Por ser um pequeno paraíso protegido, as visitas são proibidas durante um certo período do ano, de 1 de maio a 30 de agosto, para que as espécies locais possam encontrar um pequeno oásis onde poder nidificar e viver em paz em um habitat intocado pelo homem.

Forte Napoleão

A 114 metros acima do nível do mar, fica o Forte Napoleão, uma construção maciça que olha com orgulho para a baía de Les Saintes. Seguindo o caminho, você encontrará um museu dedicado ao Forte que lhe permitirá entender completamente sua importância estratégica. Forte Napoleão possui também um importante jardim de cactos criado em colaboração com o Jardim de Mônaco.

Memorial ACTe

Para celebrar o multiculturalismo e a riqueza da história de Guadalupe, François Hollande inaugurou, em 2015, o Memorial ACTe, em Pointe a Pitre, na mesma área que antigamente abrigava uma fábrica de açúcar. Este é um monumento cultural dedicado à história do tráfico de escravos na ilha e agora o projeto faz parte do percurso dos escravos da UNESCO, uma iniciativa global para sensibilizar as pessoas sobre o tema e proporcionar uma maior consciência sobre uma das grandes tragédias da humanidade.

Cemitério de Morne à l'Eau

De todos os destinos incomuns, o cemitério de Morne à l'Eau é talvez o mais particular. É um complexo de estruturas pavimentadas com azulejos pretos e brancos que, aparentemente, abriga uma zona povoada. De fato, essa área é ocupada apenas pelas almas dos falecidos, sendo precisamente um cemitério. Os primeiros túmulos deste local datam de meados do século XIX e com o tempo se tornaram cada vez mais. Os túmulos têm o formato de pequenas casas e as lápides recebem velas, fotos e flores de quem mora aqui.

Jardim Botânico

No coração de Guadalupe surge o jardim botânico de Deshaies que oferece um momento de paraíso para todos aqueles que querem relaxar no verde e encontrar um momento de distração entre uma parada e outra do cruzeiro. Criado pelo arquiteto paisagista de renome mundial Michel Gaillard, este lugar pertenceu a um ator francês. Agora, ele pode ser visitado por todos: gengibre, buganvília, hibisco, orquídeas e outras flores lindas esperam por você neste local simplesmente único!

Vulcão La Soufrière

As colinas de Soufrière são um estratovulcão de 900 metros acima do nível do mar que, após um período de inatividade, foi ativado em 1995 e, a partir desse momento, está sob a observação de vulcanologistas de todo o mundo. Se você decidir embarcar no percurso, traga sapatos confortáveis, um fato de banho para pausas relaxantes e muita vontade de mergulhar em uma aventura fabulosa. Algumas piscinas naturais atingem a maravilhosa temperatura de cerca de 30 graus e são perfeitas para um banho de descanso entre um caminho e outro!

Praias de Guadalupe

De todas as praias de Guadalupe, precisamos realmente recomendar muitas! Se você quer relaxar em uma instalação turística organizada ou prefere descansar em uma praia onde se sentirá o rei do mundo, aqui estão alguns locais feitos para você: de Plage de la Perle, Plage de Malendure, Grande-Anse Beach, Bois Jolan Beach, Datcha Beach, Plage Anse Petite Riviere, Plage de Vieux Fort, Petite Anse du Pain de Sucre, Toubana Beach e muito, muito mais!

Parta para Guadalupe com a Costa Cruzeiros

Planeje suas férias em Guadalupe com a Costa Cruzeiros! Se você decidiu ir a Sainte-Anne para desfrutar do mar ou prefere uma excursão ao coração do parque natural de Guadalupe, esta joia do Caribe está esperando por você. Venha mergulhar na natureza imaculada e experimentar algumas das mais belas praias do mundo!!

Viaje com a Costa Cruzeiros