Quais são as ilhas mais bonitas da Grécia? Em quais das 227 ilhas gregas habitadas você gostaria de passar as férias de verão? Você sabia que um quinto da área total da Grécia é composta por ilhas, incluindo ilhotas, ilhas e afloramentos de diferentes tamanhos? No total, são mais de 6 mil.

 

As ilhas gregas estão divididas em 6 arquipélagos principais, cada um com as suas próprias paisagens, histórias e atividades turísticas. A Costa Cruzeiros irá guiá-lo sobre o que fazer e ver, e lhe mostrar as mais encantadoras das ilhas gregas que você verá durante o seu cruzeiro.

As Cíclades ou Cicladas

 

Quando você ouvir as pessoas dizerem que as Ilhas Cíclades estão entre as mais bonitas da Grécia, pode ter certeza de que sabem do que estão falando. Lindas casinhas branca, falésias que se precipitam no mar azul-celeste e o forte sol brilhante iluminando praias de areia branca, ruas serpenteantes e o perfume doce das primaver no ar.

 

O arquipélago das ilhas Cíclades no Mar Egeu compreende cerca de 220 ilhas, grandes e pequenas. O seu nome deriva do fato de que todas estas ilhas formam um círculo ao redor da ilha de Delos. Cada uma delas é uma joia rara que merece ser explorada por inteiro. Tomemos, por exemplo, a lendária Míconos, um local que deve ser visitado pelos amantes da vida noturna, e também Paros, que ao longo dos anos se tornou um destino hippie. Férias românticas estão garantidas para qualquer um que vai a Santorini; já para quem que busca caminhadas e um pouco de solidão, que lugar seria melhor do que o coração de Amorgos?

 

Dentre as ilhas mais bonitas das Cíclades Gregas, existem várias que devemos mencionar, claramente. Mas tome cuidado! Algumas delas são extremamente populares e por isso atraem uma grande quantidade de turistas. Mas outras pérolas menos conhecidas são lugares perfeitos para se ter férias gregas maravilhosas para qualquer um que deseje ficar longe da multidão. Milos, por exemplo, é uma das ilhas mais bonitas da Grécia que ainda não atrai o turismo em massa. Esta pequena joia cercada por rochas brilha graças às suas praias de areia branca e deixa os visitantes sem dúvidas quanto às origens vulcânicas da ilha.

 

Em seguida vamos à Andros, um local que deve ser visitado pelos amantes do estilo de vida isolado e simples. Chegando lá você perceberá que a maioria das ruas não é pavimentada e que qualquer pessoa pode dar adeus ao mundanismo e experimentar, mesmo que por um breve momento, o estilo de vida de tempos remotos.

 

Em Naxos existe uma atmosfera quase caribenha que é difícil de encontrar no resto da Grécia. Essa pode ser a escolha certa caso você goste de sol e de praias limpas, bem organizadas e que fornecem todo o conforto aos turistas. Não deixe de visitar a praia de Grotta em Naxos, Chora (a principal cidade da ilha), logo abaixo de Portara. A costa oeste tem diversas lindas praias de areia branca.

Alykes é um dos destinos preferidos dos entusiastas de esportes aquáticos, enquanto que Mikri Vigla é excelente para praticantes de kitesurf. Fotógrafos em busca das praias gregas podem ir para Agios Prokopios onde da charmosa praia de areia fina, você entra para a cidade por ruas estreitas e repletas de tavernas coloridas com vista para o mar. Agia Anna, Kastraki Beach e Agiassos Beach estão entre os pequenos tesouros marítimos que todos devemos ver ao menos uma vez na vida.

Ilhas do Dodecaneso

 

As ilhas do Dodecaneso são um pouco menos conhecidas do que as ilhas Cíclades. De enorme interesse cultural, histórico e ambiental, estas ilhas estão emergindo na cena turística graças às suas praias, costas rochosas maravilhosas e sítios arqueológicos de extrema importância.

 

Ao longo da costa da Ásia Menor, este grupo de ilhas inclui Creta, ao sul, Cíclades, ao oeste, e Samos, ao norte. O nome deste arquipélago significa literalmente "doze ilhas", mas na realidade são 163 no total, das quais 26 são habitadas. Entre as mais conhecidas estão: Rodes, Kos, Calímnos, Leros, Patmos, Cárpatos, Symi, Kasos, Astipaleia, Nisyros, Astypalaia, Kasos, Tilos, Kastelorizo, Halki, Agathonisi, Farmakonisi, Telendos, Arkos, Saria, Gyali, Levitha, Rho, Strongili, Alimia e Syrna.

 

Qualquer pessoa que esteja querendo aproveitar suas férias nas ilhas do Dodecaneso sabe que, além de relaxar, poderá explorar diversos castelos e ruínas de civilizações antigas entre cada caminhada de uma praia maravilhosa para a outra. Rodes e Kos fazem parte do Dodecaneso, assim como muitos outros lugares ainda mais mágicos, porém menos conhecidos.

 

O arquipélago do Dodecaneso fica no Egeu Meridional, entre a Turquia, a ilha de Creta, as ilhas Cíclades e Samos, ao norte. Muitas culturas prosperaram aqui, cada uma deixando a sua marca inconfundível: dos jônicos aos bizantinos, venezianos, otomanos e italianos.

 

Partindo de Castelorizo, onde carros são proibidos, você vai a pé ou de bicicleta. Esta ilha foi cenário para o filme Mediterrâneo, dirigido por Salvatores. Vale a pena visitá-la por suas praias encantadoras e pela vila Megisti, onde você se apaixonará pelas casas de cores vivas que estão por volta de todo o pontal.

Simi também é maravilhosa: uma pequena e adorável ilha muito amada por seu charme extraordinário. Fica no sul do Dodecaneso, a poucos quilômetros da costa da Turquia. Com seu litoral irregular e distinto, suas baías e enseadas são de tirar o fôlego. Um local que você deve visitar aqui é o castelo dos Cavaleiros Hospitalários de S. João. 

Ilhas do Mar Egeu

 

Continuando nosso cruzeiro pelas ilhas gregas, chegamos ao arquipélago da ilha do Egeu. Suas ilhas diferem em termos de história e estilo de vida, mas todas compartilham de uma beleza inegável. Entre as sete principais ilhas estão Tasos, Samotrácia, Lemnos, Lesbos, Quios, Icária e Samos.

 

Chios é o destino ideal para os amantes de história medieval, com todos os seus tesouros arqueológicos, incluindo o mosteiro bizantino Nea Moni e as aldeias onde a resina mástique é produzida há centenas de anos. Os visitantes de Lemnos acharão a capital Myrina fascinante, com evidências da antiga ocupação Otomana por todos os lugares.

Tasos tem dezenas de praias perfeitas para o banho, incluindo uma série de baías e enseadas onde você pode nadar tranquilamente e, embora possam ser difíceis de se alcançar, a paz e a tranquilidade são garantidas nelas. Recomendamos a praia de Aliki, na parte sudeste, onde a água é tão clara que os barcos parecem estar flutuando no céu. Não deixe de experimentar a mussaca local, uma verdadeira iguaria que entrará na sua lista de favoritos para sempre.

Outra praia incrível é a Skala Potamias, uma faixa de areias ladeada de diversos restaurantes e bares onde o mar é intensamente azul e você pode dançar até o amanhecer. Chrissi Amoudia, também conhecida como Golden Beach, é o melhor destino para famílias, com águas rasas perfeitas para as crianças. Também vale a pena visitar as praias de Tripiti Beach, Livadi Beach e Paradise Beach. Antes praias completamente intocadas, hoje são alvos do turismo organizado. A praia do Paraíso, metade da qual está sempre muito movimentada, também é o destino preferido dos naturistas, que vêm aqui todos os anos para desfrutar do ar livre e do mar em total liberdade.

 

Visitantes de Lesbos, a terceira maior ilha da Grécia, também conhecida como Mitilene, sabem o prazer que ela representa. Ao longo da costa da Ásia Menor, esta ilha montanhosa é particularmente verde e oferece tranquilidade e paz.

 

A parte norte, no entanto, é de origem vulcânica e rica por suas fontes termais, muito visitada por turistas. Lesbos foi lar da poetisa Safo e é repleta de entretenimento cultural: ali você encontra museus, sítios arqueológicos e também turismo guiado ao redor das áreas vulcânicas. Na capital Mitilene há uma fortaleza do século XIV cujas fundações foram construídas pelo Imperador Justiniano por volta do século VI.

 

Outro lugar que você deve visitar é o Monastério Bizantino, um dos mais incríveis testemunhos da cultura Bizantina de valor incalculável. Também vale a pena ver a Galeria Municipal de Arte e o Museu de Theophilos, que abriga pinturas do famoso artista grego Theophilos Hatzimihail.

 

Em Mitilene existem dois grandes museus arqueológicos: o novo e o antigo. O antigo tem foco na história de Lesbos, desde o período Neolítico até o final do império Romano. O novo, na área de Kioski, celebra a história mais recente da ilha.

 

Visite a pequena ilha de Sigri e o seu Museu de Floresta Petrificada. Inaugurado em 1994 com o intuito de ajudar a proteger e preservar esta floresta que é uma atração única encontrada na ilha que também é uma de suas atrações mais famosas.

Todos que vêm aqui também não podem deixar de visitar Agiassos. Essa pequena cidade situada nas encostas do Monte Olimpo tem uma arquitetura tradicional encantadora e, repleta de misticismo, folclore e arte de todos os tipo, é verdadeiramente inesquecível.

 

Entre as mais belas praias de Lesbos estão as da parte sul da ilha, com suas falésias e enseadas. As ilhas do norte também são encantadoras, ​​com sua areia vulcânica, em uma área também rica em fontes termais. Os visitantes de Mytilene podem nadar na praia de Tsamakia, que tem espreguiçadeiras e guarda-sóis para alugar até tarde da noite.

 

Não deixe de visitar a praia de Fykiotripa e a de Molyvos, que é mais arenosa. Skala Kaloni é um dos balneários com mais estrutura na ilha, a poucos quilômetros da vila de Eressos, onde a praia de areia prateada é perfeita para banhistas de todas as idades. E também há a praia de Agios Isidoros, em Plomari, uma das maiores e mais bonitas da ilha.

Ilhas Jônicas

 

Localizadas no mar Jônico, na costa oeste da Grécia, existem onze ilhas que compõem o arquipélago. Entre as maiores estão: Zakynthos, Ithaca, Corfu, Cefalônia, Lefkada e Paxi, enquanto as menores são: Antipaxi, Erikousa, Mathraki, Othonoi, Meganisi e o grupo de ilhas desabitadas de Strofades, ao sul de Zakynthos.

Ilhas do Golfo Argo-Sarônico

 

A uma curta distância de Atenas está o Golfo Sarônico, também chamado de Egina. As principais ilhas do arquipélago são Hydra, Salamis, Aegina, Spetses e Poros, e oferecem aos turistas uma série de vistas maravilhosas de natureza virgem, história e cultura local.

 

A partir dessa visão geral dos arquipélagos que compõem as ilhas gregas, a Costa Cruzeiros reuniu esse ranking das 18 melhores ilhas gregas.

As ilhas gregas mais bonitas

  • Santorini (Cíclades)
  • Míconos (Cíclades)
  • Corfu (Jônico)
  • Creta (Egeu)
  • Rodes (Dodecaneso)
  • Cefalônia (Jônico)
  • Kos (Dodecaneso)
  • Milos (Cíclades)
  • Folegandros (Cíclades)
  • Alonissos (Egeu)
  • Skiathos (Egeu)
  • Samos (Egeu)
  • Ios (Cíclades)
  • Zakynthos (Jônico)
  • Skopelos (Egeu)
  • Amorgos (Dodecaneso)
  • Patmos (Egeu)
  • Hidra (Golfo Sarônico)

Santorini

Quem planeja uma viagem às Cíclades, certamente será seduzido pela impressionante beleza de Santorini, o destino romântico por excelência.  Embora seja uma ilha muito popular, sua beleza permanece durante todo o ano. É sempre bom passear pelas ruas charmosas deste lugar um tanto mágico.

 

A visão das casas brancas agrupadas em torno das igrejas de cúpulas azuis é de tirar o fôlego. Em Santorini, nunca faltam coisas para ver ou fazer. Caldera é o coração da ilha, onde o mar é intensamente azul e as ilhotas são incrustadas de pedra-pomes. A primeira coisa a fazer ao chegar, é encontrar um bar para um drink enquanto o sol se põe. O pôr do sol aqui é espetacular. Além disso, vale a pena visitar os sítios arqueológicos da ilha, incluindo o da área de Akrotiri, aberta todos os dias das 10h às 17h.

 

Além disso, não deixe de visitar os banhos de spa naturais, no centro da área de Caldera. Aqui, as pequenas ilhas de Nea Kameni e Palea Kameni oferecem aos turistas muitas fontes termais vulcânicas e fontes terapêuticas de água salgada quente. Mas cuidado, porque a água pode manchar a sua roupa de banho. Uma visita imperdível em Santorini é a Praia Vermelha, a praia mais famosa da ilha, que tem um trecho de areia vermelha e preta. Ser capaz de viver e respirar a presença de um vulcão faz deste um lugar simplesmente sem igual.

 

Também vale a pena visitar as aldeias de Fira, ótimas para compras e vida noturna, e Oia, que é mais tradicional e pitoresca. Se você gosta de destinos de luxo, Imerovigli é irresistível, com suas piscinas infinitas e resorts de tirar o fôlego, prontos para recebê-lo.

 

A melhor época para visitar esta ilha fascinante e evitar as multidões é o final da primavera ou o início do outono. O clima é ameno, mas a água ainda está quente o suficiente para nadar. Mas toda a beleza oferecida por Santorini tem um preço. Na verdade, é um dos destinos de férias mais caros das ilhas gregas.

Míconos

A ilha dos moinhos de vento e da diversão: Míconos é um dos destinos mais populares da Grécia, e não por acaso. Aldeias brancas e ensolaradas, praias paradisíacas e tavernas onde você pode dançar até o amanhecer fazem de Míconos uma das ilhas turísticas mais populares das Cíclades. Sua paisagem bastante árida é embelezada pelo mar do azul mais profundo de toda a ilha.

 

Qualquer visita a Míconos começa em Chora, a principal cidade da ilha. Perca-se no labirinto de ruas estreitas de casas brancas deslumbrantes, as grades azuis envoltas em flores por toda parte. Perto do porto, visite a antiga igreja de Paraportiani, com seu complexo de cinco outros edifícios antigos, e a praça Manto Mavrogenous, nomeada em homenagem à heroína grega. Escolha entre todos os tipos de coquetéis enquanto espera o sol se pôr.

 

Um dos principais balneários de Míconos é o Platys Gialos, onde restaurantes de peixe, estabelecimentos nas ruas vendendo pão pita e "gyros", e praias encantadoras esperam por você para uma experiência epicurista sem precedentes entre um mergulho e outro.

 

Mas indo direto ao ponto: Míconos é famosa principalmente por sua vida noturna, com seus clubes e bares abertos até o amanhecer. Há música todas as noites, com DJs tocando ao som hipnótico das ondas quebrando ao longo da costa. Quem pode resistir às boates, bares e locais mais badalados de toda a Grécia?

 

Nem toda Míconos, no entanto, é cercada por turistas e, em alguns lugares, ainda é possível encontrar solidão e tranquilidade. A praia de Agios Sostis é um exemplo. É o local perfeito para assistir ao nascer do sol, e Panormos, com suas dunas de areia e águas rasas, é perfeita para crianças e famílias. A poucos quilômetros da cidade, também há a praia Houlakia, que fica em uma reserva natural e é uma das poucas praias não arenosas da região. Os que gostam de lugares animados devem seguir para o sul da ilha, onde estão as praias mais famosas de Míconos, incluindo Delos, Super Paradise Beach e Kalo Livadi.

 

Não devemos esquecer o santuário de Apolo, uma das principais atrações culturais da cidade, onde os entusiastas das caminhadas, abastecidos com garrafas de água e botas confortáveis, podem chegar a alguns dos lugares mais bonitos da ilha, como o Monte Cinto. O topo conta com vistas deslumbrantes de Delos e Míconos.

Corfu

Corfu é o ponto de encontro entre cultura clássica, dominação veneziana e dominação britânica. Esta ilha é um encontro de diferentes culturas e, ao mesmo tempo, dialoga perfeitamente com a história e a modernidade. Isso a torna um dos destinos mais interessantes para os turistas que desejam vivenciar a beleza das ilhas gregas ao máximo.

 

Comece pelo centro histórico de Corfu, listado como Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2007. Aqui, é possível observar o legado da cultura veneziana em evidência. Não perca o distrito de Campiello, onde o labirinto de ruas estreitas é ladeado por altos edifícios históricos. A praça principal, Spianada, está localizada em frente à Antiga Fortaleza, a antiga cidadela fortificada da ilha, junto com a Nova Fortaleza.

 

Dentro da antiga fortaleza, há também San Giorgio, a igreja construída pelos ingleses, mas marcante por seu estilo arquitetônico dórico.  A uma curta distância fica o Palácio Real, o maior e mais impressionante edifício de Corfu. Não perca a torre do sino de San Spiridione, com seu inconfundível domo vermelho; a Paleópolis da península de Kanoni - uma perspectiva interessante da antiguidade da ilha; ou o Mosteiro Vlachérna do século XVIII, notável por ter sido construído em uma ilha tão pequena. Nas proximidades, há também a Ilha Mouse, ou Pontikonissi, que possui uma interessante capela bizantina.

 

Quem vem a Corfu precisa ver o Lago Korission, na costa sul. Esta lagoa a beira-mar é cercada por um pântano de areia, onde a observação de pássaros é uma das atividades turísticas mais populares. Ainda mais impressionante é o pôr do sol, que é imperdível!

Creta

A maior ilha da Grécia, Creta, é um lugar mágico, que seduz com suas praias cor de pérola e cidades pitorescas em meio a paisagens extraordinárias. Creta é a ilha do mito de Teseu e Ariana, mas também de Dédalo e Ícaro. Neste local, situado entre a realidade e a mitologia, ficam algumas das mais belas praias do Mediterrâneo, muitos sítios arqueológicos e belos passeios a serem realizados em uma paisagem deslumbrante.

 

Quem vem a Creta deve fazer uma parada no palácio de Knossos, famoso por ser o cenário do mito do labirinto do Minotauro. Knossos foi a capital da antiga civilização de Creta, e este local, construído em 1900 a.C., sofreu seguidos danos ao longo dos séculos e foi reconstruído muitas vezes, mais recentemente pelo arqueólogo britânico Sir Arthur Evans. Outro local para visita é o palácio de Festo, em um platô na planície de Messara. Consiste nos restos de três edifícios diferentes. Uma parada obrigatória é o Disco de Festo, gravado com símbolos que se assemelham aos hieróglifos egípcios, mas cujo significado permanece um mistério até hoje. Além disso, vale a pena ver o Museu Arqueológico de Heraklion, instalado em um elegante edifício em estilo Bauhaus.

 

Para os amantes de um bom banho ao sol, vale um mergulho nas águas da Lagoa Balos. Há uma vista linda do esplêndido promontório de Cabo Tigani, onde se pode chegar a pé na maré baixa.

 

Vai é outra praia encantadora, cercada por um palmeiral de um tipo específico que só cresce em Creta. Aqueles que procuram aventura, a encontrarão no Samaria Gorge National Park, com seu cânion de 16 km, esculpido por um rio ao longo do flanco ocidental das Montanhas Brancas.

Rodes

Rodes, embora conhecida por seu mar e praias, é predominantemente uma ilha montanhosa, com recursos de água doce que a tornaram um dos ambientes mais luxuosos do mar Egeu. Além de seu mar cristalino, possui um interessante patrimônio histórico e artístico, rico em mitos e lendas.

 

Apesar de não estar entre os destinos mais baratos, Rodes é ideal para todos os bolsos. Oferece todos os tipos de opções de acomodação, desde hotéis de luxo a AirBnbs de baixo custo. É um destino turístico bastante popular, especialmente para famílias.

 

Com seus 1.401 km², Rodes é a maior ilha do Dodecaneso. Os melhores meses para visitar, escapando do calor escaldante e da multidão, são abril, maio e início de junho ou, alternativamente, a segunda quinzena de setembro.

 

Esta ilha oferece várias atrações. Não perca a fascinante acrópole de Lindos, localizada no topo da vila com o mesmo nome. Nesta falésia, 116 m acima do nível do mar, fica o templo em ruínas de Atena Lindia, que remonta ao século IV a.C.

 

Entre as atrações, também recomendamos a Cidade Velha de Rodes, Patrimônio Mundial da UNESCO, com suas enormes muralhas, o Palácio do Grão-Mestre (antiga fortaleza dos Cavaleiros de São João) e a pitoresca Estrada dos Cavaleiros. Em direção ao porto de Madraki, há duas impressionantes colunas de pedra que marcavam a entrada do porto, encobertas por estátuas de veado. Diz a lenda que ali se erigia o mítico Colosso de Rodes.

Cefalônia

Cefalônia é a melhor ilha para qualquer pessoa que busque paz e um ambiente tranquilo e preservado. As principais características desta ilha são os ambientes naturais extremamente variados, tanto na costa quanto no interior. Existem muitos tipos diferentes de praias: de longas extensões de areia branca a praias rochosas ou de calhau.

 

É uma ilha bastante barata de se visitar, onde a concorrência entre os hotéis contribui para ofertas de preços mais modestos.  Até alguns anos atrás, ainda estava um pouco fora das rotas principais, mas agora, dadas as maravilhas da ilha, tornou-se uma parada obrigatória nas viagens da Costa Cruzeiros.

 

Cefalônia tem 780 km² e é a maior do arquipélago das Ilhas Jônicas. Os melhores meses para visitar são maio e junho. Setembro e início de outubro também podem ser boas escolhas, embora o clima seja geralmente mais úmido.

 

Em Cefalônia, o cenário, o mar e as praias são as principais atrações. Myrtos é absolutamente imperdível, considerada uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo: a dificuldade no acesso por terra ajudou a manter intacta essa faixa de areia branca e fina.

 

Em Argostoli, no porto e no centro principal da ilha, são visíveis algumas evidências do domínio veneziano do passado, enquanto atrações interessantes incluem a Igreja de Agios Spyridonas, a caverna Melissani e o Farol de São Teodoro.

Kos

Kos é uma ilha com uma atmosfera otimista, oferecendo impressionantes praias selvagens e várias ruínas arqueológicas gregas e romanas.

 

Um feriado em Kos pode ser bastante barato, especialmente se planejado com antecedência. Os preços baixos e toda a vida noturna tornam esta ilha muito turística e particularmente amada pelos jovens.

 

A cerca de 4 km da costa turca de Bodrum, Kos faz parte do arquipélago do Dodecaneso. Esta ilha tem um clima predominantemente mediterrâneo, com bastante sol desde a primavera (em maio, no entanto, o mar ainda está um pouco frio). O momento ideal para visitar é no final da primavera e durante todo o verão (de junho a meados de setembro).

 

Entre as principais atrações de Kos, além de muitos clubes no centro, estão as praias, em particular Kardamena e a famosa praia do Paraíso. Há muitas evidências das várias épocas que impactaram a história de Kos, como o sítio arqueológico de Asklepieion ou o Castelo dos Cavaleiros, que já foi sede dos Cavaleiros da Ordem de São João.

Milos

Milos é uma ilha vulcânica com uma grande variedade de praias (cerca de 70 no total) e a atmosfera é de relaxamento total. Esta ilha, muito verde graças aos solos vulcânicos, possui uma vasta área protegida.

 

Comparada a Santorini e Míconos, Milos não é tão cara, embora (devido à reputação de sua beleza) certamente não seja barata. Comparada às suas "irmãs", não é menos bombardeado por turistas.

 

Milos tem uma área de 150,6 km² e é uma das ilhas "menores" do arquipélago das Cíclades. Os meses de verão são a melhor época para visitá-la, embora vente muito devido aos fortes ventos meltemi do norte.

 

A principal atração de Milos consiste, sem dúvida, das suas praias selvagens e virgens, como Sarakiniko, com sua paisagem um tanto lunar, ou Firiplaka emoldurada entre falésias. Mas também há muitos lugares interessantes para visitar: assim como o Castelo Veneziano, na parte mais antiga de Plaka, entre as atrações, recomendamos as ruínas do anfiteatro romano e, não muito longe dali, o local onde a estátua da Vênus de Milo foi encontrada.

Folegandros

Folegandros é uma ilha pequena e árida de apenas 42 km², no mar Egeu. Aqui, com praias selvagens onde a natureza reina suprema, é possível realmente se desconectar e relaxar.

 

Folegandros tem a reputação de ser uma ilha um tanto esnobe e cara, principalmente por ser pequena e, portanto, ter poucas acomodações disponíveis. A ilha não tem aeroporto e só é acessível por mar a partir do Pireu, o que mantém baixo o número de turistas.

 

À mesma distância da costa turca e do Peloponeso, Folegandros faz parte do arquipélago das Cíclades. As épocas recomendadas do ano para Folegandros são no início e no final do verão (junho e setembro).

 

Obviamente, no topo da lista de coisas para se ver, estão as praias. No entanto, nem todas são facilmente acessíveis por terra. Uma das mais fáceis de chegar a pé é Katergo, enquanto as praias de Agios Georgios e Ligaria são bonitas, porém mais remotas.

Alonissos

Alonissos é uma ilha muito tranquila, dentro de uma reserva marinha protegida. Esses fatores, juntamente com o fato de ser de difícil acesso, ajudaram a preservar o ecossistema da ilha. Alonissos não é particularmente cara, mas possui capacidade limitada, por isso é melhor reservar com antecedência. Outro motivo para ser considerada ideal para aqueles que procuram paz e sossego, é o fato de não ser propriamente um destino turístico.

 

Esta ilha faz parte do arquipélago de Sporades e o momento ideal para visitá-la é entre o final de junho e setembro. De fato, apesar da primavera e do início do outono terem um clima quente e ensolarado, o mar ainda está frio.

Skiathos

Skiathos é uma pequena ilha que possui uma grande reputação por sua vida noturna animada e pelas 60 praias que adornam sua costa. É mais cara que Alonissos, mas certamente mais barata que Skopelos, principalmente devido à variedade de acomodações oferecidas. É uma ilha com forte predisposição turística e atrai muitos visitantes todos os verões.

 

Localizada no noroeste do mar Egeu, Skiathos é a menor ilha do arquipélago de Sporades, com apenas 48 km². Os únicos meses a evitar durante as férias são os de dezembro e janeiro, os mais frios. A melhor época é de maio a outubro.

 

Há uma grande variedade de praias para todos os gostos algumas rochosas, outras com areia branca e fina. Entre as que não podem faltar, estão as elegantes Vromolimnos, com areia dourada, e Megas Gialos, que nunca fica lotada demais, por ser de difícil acesso. Entre as outras atrações da ilha, além da capital, a cidade de Skiathos, estão o misterioso Mosteiro de Panagia Evangelistria e Kastro, com suas fortificações em ruínas.

Samos

Uma ilha no mar Egeu, Samos possui uma beleza natural sem limites e lendas que a tornam um destino ainda mais fascinante. Os visitantes ficam impressionados com a vegetação e, inevitavelmente, com a doçura do vinho local. São os mitos que atraem os turistas até lá. Dizem que nesta ilha nasceram a deusa Hera, Pitágoras e Aristarco. Há muitas razões para visitar Samos, e não estamos falando apenas de praias, mas também de todas as maravilhosas conexões que entre cultura e história.

 

A ilha de Samos foi uma das primeiras na Grécia a atrair turismo de massa, mas ainda conseguiu preservar sua beleza um tanto selvagem. Uma atração imperdível para o turista curioso é certamente o templo de Hera, esposa de Zeus. Segundo Heródoto, o templo era "o maior e mais impressionante da Grécia". O local do templo, Heraion, é Patrimônio Mundial da UNESCO. Já esteve conectado a Samos, através da Via Sacra, que ainda pode ser vista em parte.

 

Não perca os banhos antigos, estruturas que datam de 150 d.C., localizadas no lado oeste de Pythagorion. Esta área também possui ótimas praias, como Kerveli, Posidonio e Klima, praias encantadoras, pouco frequentadas e que definitivamente valem a visita. Depois, há também o Túnel Eupalinos, uma construção extraordinária do século VI a.C., projetada pelo arquiteto Eupalinos durante o período de Polícrates para levar água para a antiga capital da ilha.

 

A principal cidade de Samos, muitas vezes chamada pelo nome antigo de Vathy, é um local de importância histórica e cultural e de grande beleza. Os visitantes adoram a baía em forma de anfiteatro e os belos edifícios venezianos e neoclássicos da cidade. Não perca a praça Pitágoras e a igreja de Agios Spyridon. As praias que você deve visitar incluem Psili Ammos em Mykali, no sul da ilha, que é uma das preferidas dos turistas.

 

Quem visita Karlovassi, a segunda cidade mais importante de Samos, fica fascinado com o Museu do Folclore, em Little Paris — um pequeno bairro com um panorama convidativo, a pequena praia de Potami e as praias maiores e mais "comerciais" de Megalo Seitani e Mikro, acessíveis apenas a pé e onde você pode ver as focas mediterrâneas monachus monachus.

Ios

Entre as ilhas Cíclades, Ios é talvez um dos destinos favoritos dos jovens turistas, principalmente devido à qualidade da vida noturna. Diz-se que o grande poeta Homero está enterrado aqui, e sua tumba é um dos locais mais visitados. Não perca o antigo templo de Apolo e a igreja de Agia Ekaterini. Entre as praias mais bonitas, recomendamos as de Mylopotas, Kalamos e Kolitsani.

 

Ios é uma ilha animada, porém preservada. Possui muitas facetas diferentes e, além de ser um ótimo local para as festas, também possui uma paisagem e uma arquitetura encantadoras. É um destino de férias barato, que agrada aos jovens, por isso muitos visitantes vêm todos os anos.

 

Situada no Mar Egeu, a Ilha Ios faz parte do arquipélago das Cíclades e fica ao sul de Naxos. A melhor época para férias com sol e mar por aqui é nos meses de verão (de junho a setembro).  Mas se você preferir explorar a ilha, a primavera e o início do outono são ideais.

 

Entre as atrações em Ios, além das praias, é imperdível a vila de Chora, considerada uma das mais bonitas das Cíclades. Situada entre esse grupo de casas brancas imaculadas, está a maior igreja da ilha  a Panagia Gremniotissa — que se eleva orgulhosa de suas cúpulas turquesas brilhantes.  

Zante

Zante, ou Zakynthos, é uma ilha grega muito popular no mar Jónico. Localizada dentro de uma reserva marinha, é um verdadeiro paraíso natural, onde falésias brancas, praias e montanhas verdejantes se alternam. Além da beleza natural, aqui você encontrará uma vida noturna vibrante, voltada principalmente para os jovens.

 

É um destino bastante barato e cercado por turistas, especialmente na alta temporada.

 

Ao planejar uma visita a Zakynthos, é melhor evitar os quatro meses mais chuvosos, de outubro a janeiro. A melhor época é entre o início de abril e o final de setembro.

 

Entre as coisas especiais para se ver em Zakynthos, além da famosa praia de Navagio e do Relitto, estão as grutas azuis e o parque marinho. Existem excursões organizadas para ver as tartarugas Caretta.

Skopelos

Skopelos é uma ilha do Egeu entre Skiathos e Alonissos, que oferece uma mistura equilibrada de diversão noturna e beleza natural. Seu interior, coberto de pinheiros verdes marítimos, intercalados por amendoeiras e pomares de prumo, também é um ótimo local para caminhadas. Esta ilha é bastante acessível e, embora seja bastante turística, não é muito caótica.

 

Skopelos, com 95,8 km², é a maior do arquipélago de Sporades e também a mais populosa.

 

Na primavera, mesmo no final da manhã, o mar ainda está frio demais para o banho; portanto, o melhor momento para planejar as férias aqui é durante o verão (de junho a setembro).

Entre as atrações de Skopelos, além das praias encantadoras, está a igreja de Agios Ioannis Kastri, famosa pelo filme Mamma Mia!, em uma localização maravilhosamente fotogênica, no alto, com vista para o mar.

Amorgos

Amorgos é uma ilha deliciosamente selvagem, cercada por águas azuis intensas. Suas praias estão aninhadas entre afloramentos rochosos e traz a sensação de um lugar verdadeiramente natural. Não é o destino ideal para quem procura por prazeres cotidianos, mas sim para as paisagens naturais e as bonitas aldeias tradicionais. Fora o mês de agosto, é uma ilha bastante barata de se visitar, longe dos centros de turismo de massa.

 

Amorgos faz parte do arquipélago das Cíclades e é, de todas, a mais oriental e próxima ao Dodecaneso. A melhor época para apreciar plenamente a natureza selvagem da ilha é do final de maio ao início de outubro.

Uma das melhores coisas para se ver em Amorgos é o mosteiro de Hozoviotissa, do século XI, que fica majestosamente situado em um penhasco com vista para o mar. As outras principais atrações são as praias, principalmente Agia Anna, Agios Pavlos e Mouros.

Patmos

Patmos é predominantemente uma ilha montanhosa, bem pequena e tranquila, e um destino ideal para casais e famílias. Tem uma atmosfera especial com sua mistura de praias, vilas antigas e locais místicos. É uma das ilhas mais caras situadas perto da fronteira com a Turquia, mas tem a vantagem de não ser muito turística.

 

Patmos fica no Egeu e faz parte das ilhas mais setentrionais d do Dodecaneso. Goza de um clima mediterrâneo com inverno ameno e verões quentes, mas não tórridos. O período recomendado para visitar é de maio até o início de novembro, porque no início da primavera e no final do outono, a temperatura da água é muito fria para banho.

 

Quem visita Patmos, não apenas desfruta do mar cristalino e da tranquilidade, mas também da vista das 365 pequenas capelas brancas espalhadas por toda a ilha. O destino mais pitoresco a se visitar é, sem dúvida, o mosteiro grego ortodoxo de São João Teólogo, uma espécie de castelo cor de pedra, dividido internamente em muitos pátios e claustros.

Hidra

Hidra é uma pequena ilha do mar Egeu com apenas 52 km², onde carros e lambretas são proibidos. Você pode andar a pé ou de mula. Aqui você experimenta a verdadeira Grécia, feita de praias, vilas de pescadores e tavernas, onde o sirtaki é tocado até altas horas da noite. A quantidade limitada de acomodações significa que ela não está entre as ilhas mais baratas da Grécia, embora seja uma das menos turísticas.

 

Hidra faz parte do arquipélago das Ilhas Sarônicas e só pode ser alcançada por aerobarco a partir de Pireu, ou por barco táxi, de Metochi. Os meses em que a temperatura e a água são mais quentes são julho e agosto.

 

Em Hidra, não há atrações arquitetônicas ou históricas particularmente significativas, mas toda a atividade da ilha está concentrada na cidade de mesmo nome, onde muitas casas antigas que pertenceram à nobreza grega foram transformadas em hotéis.

 

A partir daqui você pode caminhar até os dois mosteiros ortodoxos do interior - Profitis Ilias e Agios Nikolaos. Entre as muitas praias incríveis, destacam-se as belas praias de seixos brancos de Agios Nikolaos e Bisti, ambas acessíveis de barco.

Participe de um cruzeiro da Costa Cruzeiros para as ilhas gregas

Venha com a Costa Cruzeiros e descubra muitos lugares maravilhosos, ricos em história e sem iguais no mundo todo em todo o mundo. Temos certeza de que você vai adorar as praias de areia branca de Cefalônia, a vibrante vida noturna de Míconos e as vistas deslumbrantes de Santorini.

 

Não perca tempo, confira nossos próximos cruzeiros para a Grécia.

Procure seu próximo cruzeiro