Pegue as pessoas que têm a fama de estarem entre as mais felizes e hospitaleiras do mundo, adicione paisagens maravilhosas, praias celestiais, cantinhos revigorantes e misture tudo: bem-vindo a Fiji. Onde é que elas ficam? Localizadas ao sul do Oceano Pacífico, a leste de Vanuatu, a oeste de Tonga e ao sul de Tuvalu, Fiji é um arquipélago de cerca de 322 ilhas dispostas em forma de ferradura: são pontilhadas por inúmeros atóis de coral e banhadas pelo mar de Koro. Destas ilhas, apenas 106 são permanentemente habitadas. As praias brancas e o mar cristalino são o cenário perfeito para férias relaxantes, mas também oferecem diferentes possibilidades de diversão para os viajantes mais aventureiros. E você também pode desfrutar do clima: tropical em todo o arquipélago, um dos mais agradáveis do Pacífico. Agora descubra conosco quais são os tesouros e atividades imperdíveis.

 

O que ver e o que fazer em Fiji

  • Suva
  • Faculdade de Medicina de Fiji
  • Nausori Nausori
  • Vila de Sawani
  • Bebida kava
  • Assistir a um show de meke
  • Parlamento
  • Museu de Fiji
  • Casa do Governo
  • Baía Walu
  • Colinas de Tamavua
  • Universidade do Pacífico Sul
  • Lautoka
  • Parque do Patrimônio Nacional de Bouma
  • Levuka

Suva

Suva é a Capital de Fiji e está localizada na ilha de Viti Levu. Aqui você vai encontrar todos os edifícios administrativos, além de museus, escolas, locais de culto, como mesquitas, templos e igrejas. É o lar de mais da metade da população da ilha e também é um centro importante para a região do Pacífico Sul. Nascida no século 19, é cheia de impressionantes edifícios coloniais ladeados por arranha-céus mais modernos. Andando por suas ruas você pode sentir uma mistura de Influência indiana e europeia, que também pode ser sentida nas pequenas lojas ou vendas espalhadas por todo o centro da cidade. Durante muitos anos, vida social na pequena cidade era limitada, bem como as relações entre os povos indígenas locais e os europeus. Até 1926, mantinha-se um toque de recolher para os não-europeus após às 23:00. A cidade expandiu em 1952, incorporando Muanikau e Samabula. A maior expansão urbanística dos últimos anos criou vários subúrbios que contribuem para a criação da área urbana da Grande Suva.

 

Você não vai ficar entediado aqui, pois pode comer em um restaurante flutuante de luxo, tomar um coquetel ou fazer uma pausa em um dos muitos bares animados, fazer compras e pechinchar no mercado municipal. À noite, você pode passear por ruas como a Victoria Parade, Victoria, onde a vida continua a pulsar após o pôr-do-sol e o agito não tem hora para acabar. Suva também é um bom lugar para se aventurar nas áreas mais selvagens ao seu redor. A cidade inteira está cheia de Parques, incluindo o Jardim Takashi Suzuki, o Parque Albert, um lugar único para admirar o espetáculo do nascer e do pôr-do-sol e, finalmente, os famosos Thurston Gardens, ou Jardins Botânicos, inaugurados em 1913 e que exibem a flora de todo o Pacífico Sul. Suva é conhecida pelo mar e pelo ambiente natural cristalino, bem como pelos lugares imperdíveis para mergulho.

 

Para chegar na cidade, são necessárias de 32 a 36 horas de voo partindo da Itália, fazendo pelo menos uma escala em Dubai, Los Angeles, Sydney, Cingapura ou Hong Kong. Na ilha de Viti Levu, onde a capital está localizada, você vai então encontrar as fontes termais de Sabeto, uma pequena aldeia, onde você pode entrar para se regenerar com banhos de lama. E, finalmente, admirar a famosa montanha adormecida chamada O Gigante Adormecido, que está localizada no sopé da cidade de Lautoka, com sua silhueta em forma de gigante adormecido.

Faculdade de Medicina de Fiji

Entre os edifícios mais antigos e prestigiados da capital está a Escola de Medicina de Fiji, fundada em 1885. É um centro de excelência e referência em educação, formação e pesquisa em saúde. O objetivo da universidade é claro: melhorar os padrões e os serviços de saúde na região.

Nausori

Pitoresca, rica em história e testemunhos artísticos, Nausori é um lugar efervescente. Essa é a quarta cidade mais populosa de Fiji, e fica a 19 quilômetros da capital Suva: é um movimentado centro de serviços e articulação de transporte para trabalhadores predominantemente agrícolas e da indústria. No interior, convivem construções de diferentes estilos e épocas.

Vila de Sawani

Na aldeia de Sawani você pode experimentar as calorosas boas-vindas tradicionais com guirlandas e serenatas. Os guerreiros irão acompanhá-lo a um ponto de encontro e apresentá-lo ao chefe da aldeia. Você terá a oportunidade de descobrir a história, as tradições e o estilo de vida dos nativos. Normalmente, nas aldeias há também um pequeno mercado onde você pode comprar artesanato. Alguns ainda são construídos em tradicionais Bangalôs de palha trançada. A melhor localização da aldeia, geralmente mais alta do que as outras, é geralmente ocupada pela família mais importante.

Bebendo Kava

Para fazer contato imediato com a população local, você tem que aprender as tradições. A Kava é uma bebida tradicional obtida a partir das raízes da planta de mesmo nome, uma variedade de pimenta. As raízes são transformadas em pó e misturadas com água por várias horas em um ritual solene durante o qual são usados trajes locais feitos de palha e flores, o mesmo usado para cerimônias oficiais.

 

A bebida é processada manualmente em uma tigela chamada "tanoa", uma espécie de tigela côncava com pés de café, é e servida no bilo, uma meia casca de coco que passa de mão em mão enquanto todos ficam sentados em círculo. Para beber, você tem que tirar os sapatos e sentar no chão cruzando as pernas, e bater palmas antes e depois de beber. O sabor é muito forte e terroso. A peculiaridade se deve ao fato de que, logo após os primeiros goles, você vai sentir a língua e os lábios dormentes: as raízes de fato têm propriedades sedativas que ajudam a relaxar.

Assistir a um show de meke

O Folclore está no coração de todas as ilhas. Não perca a dança tradicional fijiana, o meke: rico em significados, é praticado pela população local em todos os eventos mais importantes da vida, do nascimento à morte, do casamento ao chamado para a guerra. Essas danças foram transmitidas de geração em geração e, segundo lendas populares, durante a dança, os espíritos dos mortos tomam posse dos corpos dos dançarinos. Música e respeito pelas tradições transmitidas são aspectos presentes na vida dos fijianos. Além da dança, a arte da cerâmica é muito importante, bem como a tecelagem de folhas para a criação de objetos de vime. Igualmente característicos são os festivais organizados durante o ano e que em algumas aldeias podem durar de uma semana a um mês. Toda vez que você sair de uma ilha, você poderá ouvir uma canção local, uma espécie de adeus. É a "Isa Lei”, um rito de respeito ao convidado, que é celebrado com seriedade e solenidade. Mulheres e homens em fila e vestidos com roupas festivas e flores nos cabelos entoam os nomes dos turistas que saem, em seguida, cantam em coro uma canção tradicional.

Parlamento

Suva também abriga o complexo de prédios do governo. Construído no final dos anos 1930 para ser a sede da administração colonial, os espaços, exemplos de Art Déco, são hoje o lar do primeiro-ministro de Fiji, o Supremo Tribunal e vários ministérios do governo. É também a sede do Parlamento desde 2014. Os edifícios do governo foram oficialmente abertos em maio de 1939 pelo governador Sir Harry Luke. Você pode organizar visitas e passeios em todo o complexo para perceber, como indica a página do site oficial do governo fijiano, a "democracia em ação". A peça central do edifício é a Casa do Parlamento, em que os assentos estão dispostos em forma de U.

Museu de Fiji

Uma das curiosidades de Suva é definitivamente o Museu de Fiji. Localizado no coração dos Jardins Botânicos, abriga uma notável coleção de material arqueológico de 3700 anos, bem como objetos culturais dos povos indígenas e outras populações que se estabeleceram nestas ilhas nos últimos cem anos. Entre as curiosidades, o leme do famoso navio Bounty e a bota do missionário Thomas Baker, morto e devorado em 1867 pelos canibais habitantes da ilha de Viti Levu. A construção oferece a oportunidade de fazer uma viagem na história, cultura na e nas tradições da ilha. Das práticas do canibalismo às influências do Pacífico Sul e da Europa. Há também uma sala que conta e documenta algumas das contribuições feitas por trabalhadores indianos e seus descendentes que foram trazidos para Fiji na década de 1870 como trabalhadores.  No percurso expositivo há também uma galeria com belos exemplos de pintura, cerâmica e tecelagem de artistas contemporâneos. O museu realiza continuamente pesquisas arqueológicas e desenvolveu e promoveu várias pesquisas com o objetivo de preservar as tradições orais e torná-las conhecidas aos visitantes. 

Casa do Governo

Não muito longe do Fiji, está localizado o palácio presidencial. Foi construído em 1928 para substituir a construção original, a residência do governador colonial que pegou fogo depois de ser atingida por um raio. A primeira casa do governo foi construída no início da década de 1880 (depois que a capital se mudou para Suva) e era composta de dois edifícios de madeira. De 1970 a 1987, a Casa do Governo foi a residência oficial do Governador-Geral: tornou-se a residência presidencial em 1987, após dois golpes militares que levaram à proclamação de uma república. A residência do Presidente de Fiji é guardada por vários soldados vestidos de túnicas vermelhas, que se revezam em turnos: um evento que se tornou muito popular entre os turistas. Não é incomum ver também desfiles militares pelas ruas, uma forma simbólica com que os soldados celebram a lealdade ao presidente e lembram a importância da segurança da população.

Baía de Walu

Uma área peculiar e diversa da capital é representada pela área industrial da Baía de Walu, sede de fábricas, armazéns e empresas dedicadas principalmente à importação e exportação.

Colinas de Tamavua

A natureza pode tirar o fôlego e dar uma nova perspectiva. Do alto cume das Colinas de Tamavua, você pode ver a costa exótica e o porto de Suva. Há várias excursões organizadas para que você possa curtir essa vista cenográfica e relaxante. O verde é um elemento presente na capital. A uma curta distância, fica um oásis de plantas tropicais e fauna rara, uma rota de 6,5 quilômetros entre piscinas naturais claras e vistas maravilhosas.

Universidade do Pacífico Sul

Na capital Suva, há também o maior Campus da Universidade do Pacífico Sul, que foi instalado na antiga base de hidroavião da Nova Zelândia. O programa da universidade é reconhecido e apreciado em todo o mundo, atraindo alunos e professores não só da região do pacífico, mas de todo o mundo. Fundada em 1968, é uma das duas únicas universidades do seu gênero no mundo. É propriedade conjunta dos governos de 12 países membros: Ilhas Cook, Fiji, Kiribati, Ilhas Marshall, Nauru, Niue, Ilhas Salomão, Tokelau, Tonga, Tuvalu, Vanuatu e Samoa. A Universidade tem campi em todos os países membros.

Lautoka

É o segundo centro urbano mais importante e extenso de Viti Levu, uma cidade de beleza encantadora que ficou famosa pela presença de numerosas usinas de processamento de Cana, que é muito importante para a economia fijiana. Por essa mesma razão, Lautoka também é conhecida como "Cidade do Açúcar”. Entre as joias para visitar há também o Templo de Krishna Kaliya, considerado um dos templos hindus mais importantes do Hemisfério Sul. Para uma experiência nativa típica, vá até o Mercado Lautoka. A cidade se distingue pelas suas ruas cobertas de palmeiras: a partir do centro, você pode chegar às ilhas vizinhas de Mamanuca, onde praias de areia branca e águas cristalinas oferecem oportunidades para mergulhar e surfar.

Parque do Patrimônio Nacional de Bouma

É um lugar de beleza incomum, onde você pode andar ou fazer verdadeiras excursões em meio à vegetação tropical densa. Esse parque nacional está localizado na parte norte da ilha de Taveuni, uma das mais remotas de Fiji. Entre suas delícias estão três cachoeiras fabulosas. Nas piscinas naturais esculpidas nas rochas também é possível fazer relaxar nadando. Fundado em 1990, o parque inclui 150 quilômetros quadrados de floresta tropical, com plantas tropicais raras e uma impressionante diversidade de aves, além de quatro aldeias que administram partes do parque. Muitas atividades e passatempos são oferecidos. Você pode fazer snorkel no Parque Marinho de Waitabu; caminhar através da floresta tropical rumo às ruínas antigas perto de Vidawa; andar de caiaque ou relaxar na trilha costeira de Lavena, parando nas quedas para um mergulho ao longo do caminho.

Levuka

Levuka é a antiga capital e está localizada na ilha de Ovalau: hoje uma pequena aldeia onde você pode admirar os edifícios históricos, a beira-mar e os belos lugares de onde você pode mergulhar. Na área você pode praticar muitos esportes e atividades ao ar livre, como vôlei de praia, golfe, trilhas, surf e até pára-quedismo em um verdadeiro paraíso para os desportistas. Em 2013, o porto histórico de Levuka se tornou patrimônio cultural da Unesco.

Viaje para Fiji com a Costa Cruzeiros

Viajar para Fiji é chegar às fronteiras de um sonho na forma de um conjunto de ilhas que podem fazer você se apaixonar e se emocionar. E não é por acaso que essas ilhas também são cenários de cinema. Vários filmes foram rodados nesses "recanto do paraíso". De "Robinson Crusoe in Fiji" à famosa "Lagoa Azul", filmada nas Ilhas Yasawa, até "Náufrago", filmado em Monuriki. As ilhas também são o lugar ideal para os amantes da natureza e de esportes aquáticos. Não é preciso nem dizer que cena da vida marinha é a principal atração para todos aqueles que querem fazer snorkel e mergulho. As acomodações são muito bem equipadas, uma vez que o turismo é uma das maiores fontes de renda do Estado insular. Férias de descanso, beleza e simplicidade, inclusive na comida. A Cozinha fijiana é básica: suas especialidades são a carne de porco, frango e peixe. Em particular, não perca o kokoda, um prato de peixe marinado com limão e leite de coco. Agora você só precisa mergulhar e começar essa aventura.

Viaje com a Costa Cruzeiros